PUBLICIDADE
Saúde
Noticia de: 05 de Junho de 2017 - 09:10
Carrapato e febre maculosa: sinais de alerta



 

CDC/ Dr. Christopher Paddock/ James Gathany

 

Carrapato e febre maculosa: sinais de alerta

 
 

Quem já foi para um passeio em região de matas e voltou com “pontinhos pretos” grudados na pele?  Preste bastante atenção, pois estes “pontinhos” podem ser carrapatos. E o quanto antes forem retirados, melhor. 
 
O carrapato pode, sim, transmitir doenças. Duas delas são a Doença de Lyme e a Febre Maculosa. Importante saber que o carrapato é apenas o vetor dos agentes infecciosos, à semelhança do Aedes aegypti, que também é o mosquito vetor e transmissor das conhecidas viroses como dengue, zika e chicungunya. Para evitar estas últimas doenças, devemos nos proteger da picada do mosquito. Para evitar a Febre Maculosa e a doença de Lyme, devemos evitar que o carrapato fique “grudado” na pele.
 
A Doença de Lyme é causada por uma bactéria chamada Borrelia burgdorferi, que é transmitida por um carrapato do grupo Ixodes. Esta doença pode ser muito grave, especialmente quando acomete o sistema nervoso central, causando desde meningite até um quadro de fraqueza muscular que afeta especialmente braços e/ou pernas, como exemplificou um vídeo recentemente “viralizado” nas redes sociais, de um menina acometida. Esta doença é rara no Brasil e mais frequente nos Estados Unidos e Europa.
 
A Febre Maculosa, no entanto, é comum aqui no Brasil. É transmitida por uma bactéria chamada Rickettsia, que contamina carrapatos popularmente conhecidos como "carrapato-estrela", "carrapato de cavalo" ou "rodoleiro”. 
 
Importante saber que, para infectar uma pessoa, o carrapato tem que ficar “grudado” na pele por pelo menos 4 a 6 horas. Por isso, quem viaja para locais onde se sabe haver carrapatos, o ideal é que se proteja com roupas longas, com o mínimo de superfície de pele exposta. Use botas longas também. Além disso, examine-se a cada 3 horas e caso encontre algum carrapato, remova-o imediatamente. Se houver carrapatos grudados nas roupas, retire-as e ferva.
 
Aqui vai outra dica: CUIDADO na hora de retirar os carrapatos. O mais correto é utilizar uma pinça de ponta fina. Coloque-a entre a pele e a cabeça do carrapato e puxe com firmeza para cima. Evite usar as mãos. Não torça nem esmague o carrapato. Jamais use produtos como álcool, esmalte de unha ou palito de fósforo quente.
 
Depois de remover o carrapato, lave muito bem a região com água e sabão.
 
Fique atento: se depois de  2 a 14 dias  surgirem sintomas como febre, mal estar, calafrios, cansaço, enjoo, vômitos, dor no corpo ou dores de cabeça e  manchas de coloração rósea na pele, procure imediatamente um serviço de saúde para uma avaliação médica. Se não for tratada, a febre maculosa pode evoluir para quadros mais graves e fatais.
 
A boa notícia é que o tratamento é bastante eficaz, com a administração de antibióticos. 
 
Cuide-se. Nossos piores inimigos nem sempre são grandes de tamanho.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
09/10/2018 - 11:49  Quem são os parlamentares da "bancada Bolsonaro" de MS
02/10/2018 - 10:15  O crescimento misterioso das alergias aos alimentos
01/10/2018 - 14:48  Saúde estuda incluir duas novas doses no calendário de vacinação
01/10/2018 - 11:27  Com 1,4 mil casos de sífilis em 2018, prefeitura intensifica prevenção
26/09/2018 - 16:08  Caminhada Conscientização da Prevenção ao Suicídio é realizada no Distrito de Palmeiras.
20/09/2018 - 11:51  Caravana da Saúde é um exemplo de MS para o Brasil
14/09/2018 - 10:23  MS tem 67 cidades que superaram meta de vacinação
05/09/2018 - 10:05  Secretaria de Saúde de Dois Irmãos do Buriti alcança meta de imunização contra sarampo e ...
03/09/2018 - 15:19  Mesmo com segundo dia D, MS não bate a meta de vacinação
22/08/2018 - 16:17  Cresce o numero de mulheres que desejam engravidar através de doação de óvulos.
17/08/2018 - 12:01  Secretaria de Saúde de Dois Irmãos do Buriti promove palestra de BIOSAÙDE.
15/08/2018 - 09:52   Médico alerta para a prevenção de doenças do homem o ano todo
06/08/2018 - 09:51  Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo começa hoje
06/08/2018 - 08:51  Baixa cobertura vacinal deixa Estado em alerta
26/07/2018 - 11:31  Cinco cidades de MS estão em alerta para baixa imunização contra poliomielite
26/07/2018 - 11:08  Brasil tem 822 casos confirmados de sarampo; 3.831 são investigados
24/07/2018 - 10:23  Brasileiro sabe pouco sobre diabetes, aponta pesquisa Datafolha
23/07/2018 - 10:15  Rede pública vai distribuir repelente às grávidas contra o Aedes aegypti
07/06/2018 - 10:53  Doença de Pompe: pouco conhecida e muito perigosa
07/06/2018 - 10:47  Estado tem 15 mortes por gripe e 505 casos sob investigação
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE