PUBLICIDADE
Saúde
Noticia de: 04 de Setembro de 2017 - 10:15
Estados e municípios recebem R$ 179,1 milhões para ações de vigilância



 
 

Estados e municípios recebem R$ 179,1 milhões para ações de vigilância

 
 

Estados e municípios que cumpriram as metas de vigilância em 2016 receberam em agosto mais de R$ 179,1 milhões do PQA-VS (Programa de Qualificação das Ações de Vigilância em Saúde). Os valores repassados foram baseados no desempenho em relação aos indicadores estabelecidos pelo programa, além do porte populacional de cada município e do valor do Piso Fixo de Vigilância em Saúde.

 

As secretarias estaduais de saúde receberam R$ 25 milhões e 5.529 municípios mais de R$ 153,9 milhões.

 

Os recursos destinam-se ao custeio e ao aperfeiçoamento das ações de vigilância em saúde, como pagamento de pessoal, capacitação, treinamento, ações de educação e mobilização na área de vigilância; confecção de materiais instrutivos; compra de materiais de consumo e para a contratação de serviços de terceiros.

 

O PQA-VS foi criado em 2013 e é considerado um marco para a vigilância em saúde. “O objetivo é induzir um processo de gestão baseado em compromissos e resultados dos gestores locais e incentivar a melhoria contínua e progressiva das ações de vigilância, envolvendo a gestão, o processo de trabalho e os resultados alcançados”, destaca o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

 

O volume de recursos recebidos leva em conta a avaliação dos municípios, considerando diversos indicadores de saúde, como o número de visitas realizadas por agentes de endemias, exames realizados para identificar doenças como sífilis, HIV e malária, preenchimento de dados nos sistemas nacionais de notificação, cobertura vacinal, entre outros. É a partir dos resultados desses indicadores que é definido os valores que são repassados aos estados.

 

Desde 2013, o programa investiu mais de R$ 478 milhões entre adesões dos municípios e avaliação desses com base no cumprimento de metas dos 15 indicadores do PQA-VS. Para os próximos anos, os entes federativos interessados em participar do programa e que ainda não aderiram, deverão se inscrever até o final do primeiro trimestre de cada ano, seguindo os critérios previstos na Portaria nº 1.708.  

 

A avaliação é realizada por meio da extração dos dados existentes no banco nacional do sistema de informação correspondente a cada indicador pactuado. Assim, são comparados os resultados obtidos com as metas estabelecidas, quantificando o número de metas alcançadas de acordo com a estratificação estabelecida pelo PQA-VS, com base na população residente em cada município – de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

 

Além do recurso do PQA-VS, o Ministério da Saúde envia mensalmente aos estados e municípios recursos específicos para o combate ao Aedes aegypti, que também fazem parte das ações de Vigilância em Saúde. Nos últimos anos, o valor passou de R$ 924,1 milhões para R$ 1,7 bilhão, em 2016. Para 2017, a previsão é que o orçamento para essas ações chegue a R$ 1,96 bilhão. Com  informações da Agência Saúde.


Fonte - Agência Saúde

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
17/04/2018 - 09:38  Desenvolvido o primeiro medicamento com potencial para curar diabetes tipo 1
16/04/2018 - 09:05  Entenda os diferentes tipos de vírus da gripe que circulam pelo Brasil
13/04/2018 - 10:59  MS tem meta de vacinar 663 mil durante “ Campanha Nacional contra Influenza”
03/04/2018 - 11:15  Após MS ser 4º do país, número de doações de órgãos volta a cair
23/03/2018 - 13:01  Mato Grosso do Sul tem primeira morte por gripe confirmada neste ano
15/03/2018 - 08:50  Metade dos adolescentes de MS precisam se vacinar contra o HPV
15/03/2018 - 08:43  Governo pretende zerar fila de cirurgias eletivas com Caravana
08/03/2018 - 14:51  Secretária de Saúde de Dois Irmãos do Buriti promove dia especial para Mulher.
02/03/2018 - 09:53  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti realizara “Campanha de Saúde Visual.
07/02/2018 - 10:32  Sobe para 98 o número de mortes por febre amarela no País
05/02/2018 - 07:46  Urina de cor alaranjada é sinal de alarme: entenda o que pode ser e procure o médico
25/01/2018 - 13:40  Brasil deve dobrar oferta de vacina contra a febre amarela a partir de junho
23/01/2018 - 10:02  Ministro da Saúde afirma que febre amarela está ‘sob controle’
22/01/2018 - 08:33  Barata, vacina de febre amarela tem estoques no limite
17/01/2018 - 09:34  Quais são os grupos que não devem tomar a vacina da febre amarela - e como podem se proteger
09/01/2018 - 09:48  Coceira no corpo: o que pode ser? De câncer a estresse, conheça as 14 causas principais
02/01/2018 - 12:22  Caravana da Saúde vai focar em alunos da rede pública
11/12/2017 - 09:56  'Em 15 ou 20 anos, o câncer deverá ser uma doença controlada, como a Aids', diz pesquisador do Inca
27/11/2017 - 08:58  Pesquisa em roupas íntimas encontra 10 mil bactérias e fungos com risco de infecções; médicos ...
16/11/2017 - 13:09  O que é a Dpoc, doença pulmonar silenciosa que mata 3 milhões de pessoas por ano e não tem cura
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE