PUBLICIDADE
Economia
Noticia de: 16 de Novembro de 2017 - 13:16
PIB de MS cai 0,3% em 2015, mas é o melhor resultado do país, aponta IBGE



 
 

Aumento da produção de grãos, como a soja, ajudou Mato Grosso do Sul a minimizar as perdas do PIB em 2015, obtendo o melhor desempenho do país, conforme o IBGE (Foto: Anderson Viegas/G1 MS)

 
 

Em 2015, o Produto Interno Bruto (PIB) de Mato Grosso do Sul caiu 0,3% frente a 2014. Mesmo com a queda foi apontado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), conforme dados das Contas Regionais divulgados nesta quinta-feira (16), junto com Roraima, que registrou o mesmo percentual, como o melhor resultado do país no ano, atingindo R$ 83,082 bilhões.

 

De acordo com o IBGE, neste ano, desde que se iniciou o levantamento da série histórica, foi a primeira fez que foi registrada uma queda do PIB de todos os estados do país e no Distrito Federal na comparação com o ano anterior. O próprio índice nacional caiu 3,5%.

O IBGE apontou que em 2015, Mato Grosso do Sul obteve esse resultado graças ao desempenho positivo da agropecuária, que cresceu 10,1%.

 

Em relatório sobre o resultado do PIB neste ano, a secretaria estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), destacou que a agropecuária foi impulsionada pelo “avanço na produção de grãos como milho e soja”, que ampliaram o volume produzido de 2014 para 2015 em 18% e 15% respectivamente, e que foi ajudado ainda pelo aumento em culturas como a mandioca, o arroz e sorgo que juntos contribuíram para que a agricultura crescesse 16,3%. Destaca ainda que a produção florestal direcionada para a produção de celulose também teve comportamento favorável, com incremento de 12%.

 

Mesmo com esse resultado, Mato Grosso do Sul, de acordo com o IBGE, permaneceu em 2015, como o 16º maior PIB do país, respondendo por 1,4% do total nacional. O estado ocupa a mesma colocação no ranking nacional do Produto Interno Bruto desde 2010.

No ano, conforme o IBGE, a agropecuária respondeu por 18,36% do PIB do estado (10,49% da agricultura, 5,33% da pecuária e 2,55% da produção florestal, pesca e aquicultura); a indústria por 22,03% e os serviços por 59,61%.

 

Em relação ao PIB per capita, o estado registrou em 2015, o valor de R$ 31.337,22. Foi o oitavo maior do país e representou 1,1 vez o do Brasil no ano, que foi de R$ 29.326,33.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
20/07/2018 - 11:01  Setor mais impactado pelo tabelamento de fretes é agronegócio
18/07/2018 - 10:44  Conta de luz do sul-mato-grossense pode ter aumento de até 20% no próximo ano
08/06/2018 - 11:21  Contribuintes podem consultar 1º lote do Imposto de Renda 2018
06/06/2018 - 09:41  Exportações aumentaram 6,9% no mês de maio em Mato Grosso do Sul
05/06/2018 - 14:13  MS tem 758 mil inadimplentes e ação busca reduzir débito
22/05/2018 - 11:52  Petrobras anuncia redução do preço do diesel e da gasolina a partir de quarta
15/05/2018 - 15:06  Pão francês vai ficar 10% mais caro em Mato Grosso do Sul
14/05/2018 - 08:44  Copom anuncia que taxa selic terá nova queda do índice
14/05/2018 - 08:39  Inclusão no Cadastro Positivo pode injetar R$ 20 bilhões em MS
11/05/2018 - 09:37  Mercado registra primeira queda do ano, 4% nas vendas de carne bovina
10/05/2018 - 09:41  PIB Industrial deve ter aumento e setor afirma que "recessão ficou para trás"
09/05/2018 - 14:43  Petrobras confirma venda de fábrica do Estado para grupo russo
09/05/2018 - 11:48  Brasil é o 2º melhor destino para investimentos
09/05/2018 - 09:59  Produção industrial cai em 8 dos 15 locais pesquisados em março pelo IBGE
08/05/2018 - 09:38  Homem que matou auxiliar de pedreiro no centro da Capital é preso
08/05/2018 - 09:38  Receita Federal libera consulta a lote residual do Imposto de Renda
08/05/2018 - 08:57  Petrobras tem lucro de R$ 6,9 bilhões no 1º trimestre, alta de 56%
07/05/2018 - 08:49  Rumo investirá R$ 4,7 bilhões em malha paulista e beneficiará MS
07/05/2018 - 08:43  Saiba dicas sobre previdência e qual a hora de investir
04/05/2018 - 09:40  Produção de cana em Mato Grosso do Sul surpreende e avança 5,1%
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE