PUBLICIDADE
Economia
Noticia de: 21 de Novembro de 2017 - 07:08
MS registra saldo positivo de empregos no mês de outubro



 
 

MS registra saldo positivo de empregos no mês de outubro

 
 

Mato Grosso do Sul registrou no mês de outubro, a 16ª posição entre as unidades da federação, com melhor perfomance no saldo de empregos. Os setores responsáveis pelo resultado positivo foram Comércio, Serviços e Indústria de Transformação, conforme divulgou nesta segunda-feira (20), o Cadastro Geral de Empregrados e Desempregados (Caged). 

O monitoramento é feito pelo Ministério do Trabalho que constatou ainda, o oitavo saldo positivo do ano e o sétimo consecutivo, de janeiro a outubro de 2017, totalizando 76.599 novas vagas de trabalho oferecidas no período. A informação do órgão é que o resultado obtido em outubro de 2017 só é menor que em 2013, quando totalizou 94,8 mil empregos. 

O saldo positivo do Comércio chegou a 37.321 novos postos em todo país, alta de 0,42% em relação ao estoque de empregos de setembro. Desse saldo, 30.183 novas vagas foram geradas pelo Comércio Varejista e 7.138, pelo Comércio Atacadista. 

Um fator que determinou esta evolução é a aproximação das festas de final de ano, momento em que o setor varejista aumenta o número de contratações, visando aumentar o faturamento no comércio. 

TRANSFORMAÇÃO E SERVIÇOS

Em segundo lugar ficou o setor de Indústria de Transformação, com 33.200 novas vagas no período (+0,45%), registrando expansão em 11 dos 12 subsetores da atividade industrial. Na sequência estão as oportunidades de Serviços que registraram 15.915 novos empregos formais (+0,09%). 

As áreas com recuo no saldo de empregos foram: Construção Civil (- 4.764 postos de trabalho); Agropecuária (-3.551), Serviços Industriais de Utilidade Pública (-729), Extrativa Mineral (-532) e Administração Pública (-261). 

Segundo os dados do Caged, só cinco unidades da Federação tiveram retração no saldo de empregos em outubro. Foram eles o Rio de Janeiro (-0,11%), Goiás (-0,14%), Acre (-0,26%), Amapá (-0,07%) e Bahia, com redução de somente 36 vagas.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
07/12/2017 - 15:39  Por que os juros bancários para o consumidor caem menos que a Selic?
07/12/2017 - 09:51  Indicador de emprego tem maior nível da série e indica tendência favorável, diz FGV
07/12/2017 - 09:40  Petrobras vai mudar regra que reajusta preço do gás de cozinha
04/12/2017 - 11:34  Vendas de fim de ano devem ter aumento de 4% em Mato Grosso do Sul
04/12/2017 - 10:42  Mercado sobe para 0,89% previsão de alta do PIB em 2017 e vê inflação menor
04/12/2017 - 10:18  Reforma da Previdência estadual começa a valer no dia primeiro de maio
04/12/2017 - 10:09  Programa que incentiva produção de bovinos precoces supera expectativas
30/11/2017 - 09:06  Desemprego fica em 12,2% e tem a maior taxa da série para outubro
27/11/2017 - 08:57  Mercado financeiro reduz estimativa de inflação para 2017 e 2018
27/11/2017 - 08:26  Crise faz disparar número de microempreendedores no Estado
21/11/2017 - 10:31  Banco Mundial sobre o Brasil: gastos além da conta, ineficientes e socialmente injustos
21/11/2017 - 07:21  Abertura de empresas reage e avança 6,9% este ano no Estado
17/11/2017 - 10:18  Com agronegócio, MS garante melhor resultado do PIB no País
16/11/2017 - 13:16  PIB de MS cai 0,3% em 2015, mas é o melhor resultado do país, aponta IBGE
16/11/2017 - 09:27  MS amplia capacidade de abates em mil cabeças/dia
06/11/2017 - 10:07  Aumento de 4,5% no gás de cozinha já está valendo.
31/10/2017 - 10:28  Mensalidades escolares devem ter reajuste de 5% a 10% em 2018
31/10/2017 - 10:26  Desemprego recua para 12,4% em setembro, a menor taxa do ano
25/10/2017 - 07:41  Preço médio da gasolina recua, mas o do gás de cozinha dispara em MS
25/10/2017 - 07:30  Aumento de 42,8% na taxa de energia deve ser maior para o consumidor de MS
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE