PUBLICIDADE
Policial
Noticia de: 21 de Novembro de 2017 - 11:22
Equipes da PF apreendem R$ 1 milhão em dinheiro e 200 quilos de pedras preciosas



 
 

Agentes da Polícia e Receita Federal apreenderam R$ 1 milhão em dinheiro e aproximadamente 200 quilos de pedras preciosas durante a “Operação Ofir” que investiga organização criminosa especializada em induzir pessoas a investirem dinheiro em troca de lucros financeiros exorbitantes.

Os detalhes sobre da apreensão serão divulgados, às 10h, em coletiva de imprensa na sede da PF em Campo Grande.

Os mandados estão sendo cumpridos em Campo Grande, Terenos e em outros dois estados.

ESQUEMA

O golpe era baseado na existência de uma suposta mina de ouro que foi explorada há muito tempo e cujos valores oriundos das comissões para a revenda estariam sendo repatriados e cedidos, vendidos ou até mesmo doados a terceiros, mediante pagamentos. Existe, inclusive, a esdrúxula figura de contrato de doação mediante pagamento. Outra modalidade de engodo é a promessa de liberação de uma antiga Letra do Tesouro Nacional – LTN.

Estima-se que milhares de indivíduos tenham sido induzidos a investir em um projeto cujos contratos não possuem lastro ou objeto jurídico plausível (os nomes eram Operação SAP e Aumetal). Os investidores eram induzidos a depositar quantias para ter uma lucratividade de mais de 1.000% (algo desproporcional e insustentável financeiramente). Também eram falsificados documentos de instituições públicas federais na tentativa de oferecer credibilidade ao que era repassado às vítimas.

O nome da Operação Ouro de Ofir é baseado em uma cidade mitológica da qual seria proveniente um ouro de maior qualidade e beleza. Tal cidade nunca foi localizada e nem o metal precioso dela oriundo. Estão envolvidos nas atividades referentes à deflagração aproximadamente 70 (sessenta) Policiais Federais, servidores da Receita Federal e Policiais Militares, para o cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão, quatro mandados de prisão temporária e quatro mandandos de condução coercitiva, nas cidades de Goiânia (GO) e Brasília (DF), além de Terenos e Campo Grande.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
22/05/2018 - 12:08  Corregedoria afasta investigador da Depac envolvido com pornografia infantil
22/05/2018 - 11:52  PM é preso por suspeita de facilitar fuga ocorrida sábado, na Máxima
18/05/2018 - 11:55  Gaeco e corregedoria da PM prenderam comandantes de batalhões no interior
18/05/2018 - 11:55  Segurança do governador e promovido por ato de bravura é um dos presos pelo Gaeco
18/05/2018 - 10:21  Militares são rendidos por criminosos na Maré, mas conseguem fugir
18/05/2018 - 09:53  Corregedoria inicia processo para avaliar expulsão de PMs presos
18/05/2018 - 09:52  Policiais Civis estão entre os envolvidos em contrabando
17/05/2018 - 14:43  Com ajuda de cães farejadores, PRF apreende 1 tonelada de maconha
17/05/2018 - 10:09  Organização criminosa de PMs facilitava contrabando em MS
17/05/2018 - 10:06  Quatro são presos com pornografia infantil em Campo Grande
16/05/2018 - 13:54  Gaeco e Corregedoria da PM deflagram operação contra corrupção policial
15/05/2018 - 11:24  Pai e filho formavam núcleo de lavagem de dinheiro do Cabeça Branca em MS
14/05/2018 - 14:47  Começam as inscrições para concursos da PM e Bombeiros; salários de até R$ 8,4 mil
14/05/2018 - 12:25  PM encontra 227kg de maconha abandonada .
14/05/2018 - 11:34   Pescador foi autuado pela Polícia Militar Ambiental .
14/05/2018 - 11:06  Veja o resumo das principais ocorrências atendidas nesse fim de semana
14/05/2018 - 09:31  Ex-prefeito leva facadas e é agredido com tapas e chutes por ladrões
14/05/2018 - 09:31  Mulher é encontrada decapitada em estrada de Campo Grande
14/05/2018 - 08:48  Registros de abuso sexual contra crianças e adolescentes somam 22 casos
11/05/2018 - 10:30  Casal é flagrado tentando sair do país com R$ 20 mil e cartões em nome de várias pessoas
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE