PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 27 de Novembro de 2017 - 10:31
Trabalhador poderá pagar diferença da contribuição previdenciária se receber menos de 1 mínimo em um mê



 
 
Secretaria da Receita Federal informou que foi publicado, no "Diário Oficial da União" desta segunda-feira (27) ato declaratório que permite aos trabalhadores complementarem a contribuição previdenciária caso recebam menos de um salário mínimo em um determinado mês.

Essa medida é necessária porque a nova lei trabalhista, sancionada neste ano pelo presidente Michel Temer, criou a figura do trabalhador intermitente, que pode ser chamado para exercer funções ou prestar serviços de forma esporádica.

Nessa situação, o trabalhador, mesmo que registrado, pode vir a receber remuneração inferior a um salário mínimo em um determinado mês. Se isso acontecer, a contribuição previdenciária dele seria menor que a necessária para que esse mês seja considerado na conta do tempo para requerer a aposentadoria no futuro.

Com o ato declaratório, portanto, o trabalhador vai poder pagar, do próprio bolso, a diferença para que a contribuição chegue a, pelo menos, à referente a um salário mínimo. Assim, aquele mês entrará na conta do tempo para requerer a aposentadoria.

Segundo a Receita Federal, a Medida Provisória 808, de 2017, estabeleceu essa previsão e criou para o segurado empregado a possibilidade de complementação da contribuição até o valor relativo ao salário mínimo, especificando que a alíquota aplicada será a mesma da contribuição do trabalhador retida pela empresa.

"Todavia, a referida MP não fixou a data de vencimento dessa contribuição, nem deixou claro qual seria a alíquota aplicada", acrescentou o Fisco.

O ato declaratório da Receita Federal estabelece que o valor pago será calculado mediante aplicação da alíquota de 8% sobre a diferença entre a remuneração recebida e o valor do salário mínimo mensal, e que o recolhimento da contribuição previdenciária deverá ser efetuado pelo próprio segurado até o dia 20 do mês seguinte ao da prestação do serviço.

"Não será computado como tempo de contribuição para fins previdenciários, inclusive para manutenção da condição de segurado do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) e cumprimento de prazo de carência para concessão de benefícios previdenciários, o mês em que a remuneração recebida pelo segurado tenha sido inferior ao salário mínimo mensal e não tenha sido efetuado o recolhimento da contribuição previdenciária complementar", diz a Receita Federal.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
19/10/2018 - 11:42   Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti realizou a 6º Conferencia Municipal dos Direitos da ...
19/10/2018 - 10:42  Receita Federal vai premiar bons pagadores de impostos
17/10/2018 - 12:31  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti realiza operação tapa-buracos por toda cidade.
17/10/2018 - 12:10  Falha em sites do Governo de MS suspende atendimentos de serviços
17/10/2018 - 12:06  Sem receber há 50 dias, servidores públicos estão há nove dias em greve
17/10/2018 - 10:21  Alerta de tempestade e queda de granizo em 38 cidades de MS nesta quarta-feira
17/10/2018 - 10:17  Transporte gratuito a doentes crônicos pode deixar de valer
17/10/2018 - 10:16  Municípios usarão recursos da Cesp em infraestrutura
16/10/2018 - 09:45  Em dez anos, usuários de MS fizeram mais de 450 mil trocas de operadoras
16/10/2018 - 09:25  Bombeiros salvam vida, mas agora respondem a processo
16/10/2018 - 09:00  MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma
15/10/2018 - 17:33  Fazenda de traficante é 1ª na história transferida para governo paraguaio
15/10/2018 - 17:30  Estado diz que dinheiro só é suficiente para retomar Aquário sem licitação
09/10/2018 - 11:44  Uso de agrotóxicos coloca antas em risco na região do cerrado de Mato Grosso do Sul
09/10/2018 - 11:21   Enem para privados de liberdade é antecipado para 11 e 12 de dezembro
09/10/2018 - 11:19  Chuvas de outubro reduzem 77% dos incêndios em MS comparado a 2017
09/10/2018 - 11:18  Conselho Nacional de Justiça julga processo disciplinar contra a desembargadora Tânia
09/10/2018 - 09:51  Horas de chuva causam enchentes em seis cidades e deixam desalojados
08/10/2018 - 11:05  Governo chama candidatos da PM para prova de título e teste psicológico
08/10/2018 - 10:10  Conheça o Pantanal em preto e branco pintado por estudantes
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE