PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 27 de Novembro de 2017 - 10:31
Trabalhador poderá pagar diferença da contribuição previdenciária se receber menos de 1 mínimo em um mê



 
 
Secretaria da Receita Federal informou que foi publicado, no "Diário Oficial da União" desta segunda-feira (27) ato declaratório que permite aos trabalhadores complementarem a contribuição previdenciária caso recebam menos de um salário mínimo em um determinado mês.

Essa medida é necessária porque a nova lei trabalhista, sancionada neste ano pelo presidente Michel Temer, criou a figura do trabalhador intermitente, que pode ser chamado para exercer funções ou prestar serviços de forma esporádica.

Nessa situação, o trabalhador, mesmo que registrado, pode vir a receber remuneração inferior a um salário mínimo em um determinado mês. Se isso acontecer, a contribuição previdenciária dele seria menor que a necessária para que esse mês seja considerado na conta do tempo para requerer a aposentadoria no futuro.

Com o ato declaratório, portanto, o trabalhador vai poder pagar, do próprio bolso, a diferença para que a contribuição chegue a, pelo menos, à referente a um salário mínimo. Assim, aquele mês entrará na conta do tempo para requerer a aposentadoria.

Segundo a Receita Federal, a Medida Provisória 808, de 2017, estabeleceu essa previsão e criou para o segurado empregado a possibilidade de complementação da contribuição até o valor relativo ao salário mínimo, especificando que a alíquota aplicada será a mesma da contribuição do trabalhador retida pela empresa.

"Todavia, a referida MP não fixou a data de vencimento dessa contribuição, nem deixou claro qual seria a alíquota aplicada", acrescentou o Fisco.

O ato declaratório da Receita Federal estabelece que o valor pago será calculado mediante aplicação da alíquota de 8% sobre a diferença entre a remuneração recebida e o valor do salário mínimo mensal, e que o recolhimento da contribuição previdenciária deverá ser efetuado pelo próprio segurado até o dia 20 do mês seguinte ao da prestação do serviço.

"Não será computado como tempo de contribuição para fins previdenciários, inclusive para manutenção da condição de segurado do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) e cumprimento de prazo de carência para concessão de benefícios previdenciários, o mês em que a remuneração recebida pelo segurado tenha sido inferior ao salário mínimo mensal e não tenha sido efetuado o recolhimento da contribuição previdenciária complementar", diz a Receita Federal.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
08/12/2017 - 11:38  Indígenas defendem direito à terra e protestam contra parecer de Temer
07/12/2017 - 15:09  Força-tarefa do MPE pede prisão de Ary Rigo, Gerson Claro e mais 8 investigados
07/12/2017 - 11:02  Nível do Rio Miranda sobe 24 centímetros em 24 horas e preocupa moradores
07/12/2017 - 09:58  Mulheres passam o dobro do tempo dos homens com tarefas domésticas, aponta IBGE
07/12/2017 - 09:14  Funcionário morre e 5 ficam intoxicados em forno de siderúrgica em Aquidauana.
05/12/2017 - 18:53  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti Decreta Luto Oficial .
05/12/2017 - 09:05  Vereador Eber participa de posse do novo Diretor da Escola Indígena.
05/12/2017 - 09:00  Dezembro começa com chuva forte e já chega a 19% do esperado
05/12/2017 - 08:43  Petrobras anuncia sexto aumento seguido no preço do gás de cozinha
04/12/2017 - 10:15  Servidores estaduais receberão 13º em parcela única no dia 14 de dezembro.
04/12/2017 - 08:48  Para superar a crise COOPERDIB investe na produção de mussarela.
30/11/2017 - 08:59  Mato Grosso do Sul terá R$ 2,2 bilhões de FCO no próximo ano
29/11/2017 - 14:48  Associação Nipo Brasileira de Dois Irmãos do Buriti convoca associados para eleição.
27/11/2017 - 16:18  Presidente da Câmara participa da II Conferencia Nacional de Educação Indigena.
27/11/2017 - 13:07  Aluno da UEMS representa MS em Duelo Nacional de MCs
27/11/2017 - 11:06  Calendário PIS/Pasep 2017-2018: apenas 30,5% sacaram o abono salarial
27/11/2017 - 08:51  Sul-africana vence o Miss Universo 2017; brasileira fica entre as Top 10.
27/11/2017 - 08:29  Com chuvas acima da média, nível de rios sobe e preocupa
27/11/2017 - 08:20  Abate bovino está em recuperação em Mato Grosso do Sul
22/11/2017 - 14:05  Câmara de Dois Irmãos do Buriti realiza 28ª sessão.
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE