PUBLICIDADE
Economia
Noticia de: 05 de Janeiro de 2018 - 15:43
Exportações de carne retomam crescimento que chega a 14%



 
 

As exportações brasileiras de carne bovina in natura continuam a registrar o bom momento dos últimos três meses de 2017. O volume de exportações foi 10% maior e a receita 14%, em relação ao mesmo período do ano anterior. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (5), pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior  (MDIC),  através da SECEX/DECEX.

Segundo informações da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), os principais responsáveis pela recuperação das vendas foram o mercado chinês que comprou cerca de 300 mil toneladas anuais, Egito, Rússia e Arábia Saudita. 

Somente em dezembro, a receita nacional com vendas internacionais obteve US$ 559,2 milhões. contra US$ 439,3 milhões no mesmo período, ou seja: um aumento de 25% na movimentação e de 27% na obtenção de divisas.

"Baixas importantes aconteceram somente nos países que compõem a União Europeia e a Venezuela. Acreditamos que 2018 será um período de continuidade das boas condições de mercao para carne bovina brasileira com expectativa de chegarmos próximos ao último recorde nacional, no qual foram exportados 1,5 milhão de toneladas", destaca a associação.

MELHORES CLIENTES

O maior cliente do país foi a China que, embora o governo local venha tentando evitar a triangulação existente na entrada da carne no país por Hong Kong, tem aumentando suas compras ano a ano, tanto na cidade estado como pelo continente.

 Em 2017 a China comprou o total de 567.638 toneladas de carne bovina brasileira, o que significa uma participação de 38,2% na movimentação do produto pelo Brasil. Vieram a seguir o Egito (153.660 toneladas); a Rússia (151.645 toneladas) e o Irã (133.192 toneladas).

Segundo a entidade, o setor poderá crescer um pouco acima de 10% em 2018 com a possibilidade de os Estados Unidos voltarem a adquirir carne bovina in natura, proibida desder a metade de 2017, do contínuo crescimento chinês e uma melhora nas relações com a União Europeia, além de início de movimentação com alguns novos mercados no sudeste asiático.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
18/04/2018 - 11:00  Vendas de combustíveis caem até 30% nos postos do Estado
16/04/2018 - 13:00  Após 2 altas semanais seguidas, preço médio da gasolina tem leve recuo, aponta ANP
16/04/2018 - 11:00  Empreendedorismo deve gerar metade das vagas de trabalho no país este ano, diz pesquisa
16/04/2018 - 09:51  'Prévia' do PIB do Banco Central tem alta de 0,09% em fevereiro
16/04/2018 - 09:34  Caixa anuncia redução de juros e aumento do valor financiado para a casa própria
16/04/2018 - 09:34  Obras de pequeno porte puxam retomada da construção civil
13/04/2018 - 09:30  Governo propõe salário mínimo de R$ 1.002 para o próximo ano
12/04/2018 - 10:22  Vendas do varejo caem 0,2% em fevereiro, aponta IBGE
09/04/2018 - 11:05  Preço médio da gasolina sobe pela 2ª semana seguida e vai a R$ 4,217, aponta ANP
03/04/2018 - 10:40  Produção volta a subir em fevereiro e indústria tem melhor 1º bimestre desde 2011
03/04/2018 - 09:57  Tarifa de luz deve subir 10,6% para clientes de Mato Grosso do Sul
02/04/2018 - 10:20  Grupo JBS ignora crise e dobra lucratividade em 2017
27/03/2018 - 13:10  Faltando pouco mais de 1 mês para fim do prazo, 20% já declararam IR
23/03/2018 - 12:47  Gasto de brasileiros no exterior soma US$ 1,4 bilhão em fevereiro, maior valor para o mês em 3 anos
19/03/2018 - 11:02  Mercado financeiro espera que inflação feche o ano em 3,63%
14/03/2018 - 09:14  MS deve ter 7ª maior renda agropecuária do País, de R$ 28,2 bi
13/03/2018 - 11:06  Malha fina: 16 erros mais comuns - e que você pode evitar - na declaração do imposto de renda
13/03/2018 - 10:12  Vendas do varejo avançam 0,9% em janeiro, diz IBGE
06/03/2018 - 16:05  Saques da poupança superam depósitos em R$ 708 milhões em fevereiro
06/03/2018 - 12:00  Produção de veículos sobe 6,2% em fevereiro, diz Anfavea
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE