PUBLICIDADE
Policial
Noticia de: 08 de Janeiro de 2018 - 15:10
Polícia decreta prisão de sete suspeitos de esquartejamento de crianças no RS



 
 

Sete pessoas suspeitas de terem participado de um ritual satânico, que terminou com o esquartejamento de duas crianças no Rio Grande do Sul, tiveram a prisão preventiva decretada pela Polícia Civil nesta segunda-feira, 8.

Polícia decreta prisão de sete suspeitos de esquartejamento de crianças no RS: Ritual satânico ocorreu em um templo no interior do município de Gravataí, em Morungava© Andreo Fischer/Divulgação Ritual satânico ocorreu em um templo no interior do município de Gravataí, em Morungava

Deste total, quatro já estão detidos, inclusive o líder do grupo, intitulado como "mestre e bruxo". Outros três suspeitos são considerados foragidos, um deles, argentino.

As informações foram detalhadas em coletiva de imprensa na manhã desta segunda pela Delegacia de Homicídios de Novo Hamburgo que investiga o crime desde o início de setembro do ano passado.

Na época, pedaços de membros humanos como pés, braços, mãos, pernas e troncos foram encontrados por um catador de lixo em Lomba Grande, região rural do município de Novo Hamburgo, no Vale dos Sinos. Os restos mortais estavam dentro de sacolas plásticas e caixas de papelão as margens de uma estrada.

Segundo o delegado Moacir Fermino, os restos mortais são de duas crianças argentinas (irmãos - um menino e uma menina), com idades entre 8 e 12 anos. "As crianças foram raptadas em troca de um caminhão roubado", afirmou o delegado.

De acordo com as investigações, o ritual satânico teria custado R$ 25 mil e sido encomendado por dois homens da cidade de Novo Hamburgo que almejavam "prosperidade nos negócios empresariais".

Durante o ritual, que ocorreu em um templo no interior do município de Gravataí, em Morungava, o delegado Fermino afirmou que os discípulos comeram carne (supostamente humana) e beberam sangue. "Um crime bárbaro, cruel", resumiu o delegado.

Três pessoas seguem foragidas. São elas: Jorge Adrian Alves, argentino, Anderson da Silva, que encomendou o ritual e Paulo Ademir Norbert da Silva, outro sócio do ramo imobiliário.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
16/10/2018 - 08:20  Cães farejadores encontram carga de cocaína em veículo que saiu de MS
15/10/2018 - 17:55  Em quatro dias da operação “MS 41”, de 11 a 14 de outubro, o Batalhão de Polícia Militar ...
15/10/2018 - 17:35  Em operação conjunta polícia recupera carreta e tratores furtados
09/10/2018 - 10:23  Menino de 5 anos é arremessado de carro e morre em acidente na BR-163
08/10/2018 - 11:26  Ladrão invade casa de deputado estadual reeleito para furtar carne na Capital
02/10/2018 - 10:05  Carro carregado de maconha capota na MS-040 e traficante foge
01/10/2018 - 12:10  Casal de comerciantes é executado a tiros em assentamento na fronteira
01/10/2018 - 09:49  Homem é preso com picape “recheada” de cigarros paraguaios
01/10/2018 - 09:45  Mulher achada em matagal foi julgada e morta pelo “tribunal do crime”
01/10/2018 - 09:45  Após tentar reatar namoro e ouvir “não”, homem mata ex com 10 tiros
01/10/2018 - 09:41  Câmeras flagram dupla atirando durante assalto a Nelsinho Trad
27/09/2018 - 09:19  Operação contra desvio de R$ 1 milhão em GO cumpre mandados em MS
27/09/2018 - 09:16  Foragido pelo estupro da filha se muda de cidade, mas é preso em operação
27/09/2018 - 09:13  Homem morre esfaqueado depois de invadir casa da ex em Campo Grande
26/09/2018 - 12:06  Polícia Civil faz operação para prender acusados de roubos e latrocínios
26/09/2018 - 11:49  Operação não inibe contrabandistas que seguem “puxando” cigarro na fronteira
24/09/2018 - 09:23  PM precisa intervir para conter briga generalizada em saída de show
24/09/2018 - 09:17  Polícia investiga estupro de irmãs com consentimento da mãe, 1 engravidou
21/09/2018 - 10:24  Jovem monitorado por tornozeleira morre em confronto com a PM
20/09/2018 - 14:03  Líder do Comando Vermelho é preso no Paraguai após pedido de exradição do MPF
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE