PUBLICIDADE
Política
Noticia de: 08 de Fevereiro de 2018 - 09:04
Frente da Agropecuária quer sessão para derrubar veto a perdão de dívidas



 
 

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, recebeu nesta quarta-feira (7) membros da Frente Parlamentar da Agropecuária. O grupo quer que o Congresso derrube o veto presidencial que anulou o perdão de multas e encargos sobre dívidas dos produtores. Eunício disse que vai convocar sessão do Congresso Nacional para, no mais tardar, o dia 22 de fevereiro. Além desse, há outros 18 vetos na pauta de votações.

O grupo pediu o agendamento de uma sessão conjunta do Congresso para votação do Veto 8/2018, no qual o presidente da República, Michel Temer, cancelou 24 dispositivos do projeto aprovado pelos parlamentares ao sancionar a Lei 13.606/2018, que instituiu o Programa de Regularização Tributária Rural (PRR) para débitos acumulados com o Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural).

A nova lei foi originada do PLC 165/2017, aprovado no Senado em dezembro de 2017.

Entre os participantes da audiência estavam os senadores José Medeiros (Pode-MT), Pedro Chaves (PSC-MS), Dário Berger (PMDB-SC), Ivo Cassol (PP-RO) e Ana Amélia (PP-RS), além de diversos deputados federais, entre eles a presidente da frente, deputada Tereza Cristina (DEM-MS).

Vetos

Dentre os vetos está o aumento de 25% para 100% de desconto das multas e encargos sobre os débitos acumulados com o Funrural e o que impediu a redução das contribuições dos empregadores à Previdência, que, de acordo com o projeto de lei original enviado pelo Congresso, diminuiria de 2,5% para 1,7% da receita proveniente da comercialização dos produtos.

A Frente da Agropecuária também quer a prorrogação do prazo de adesão ao Programa de Regularização Tributária Rural, que termina no final deste mês. Para isso, informou o senador Lasier Martins (PSD-RS), os parlamentares também vão apelar ao presidente da República e pedir a edição de uma medida provisória que prorrogue o prazo final de adesão para o mês de junho.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
22/10/2018 - 12:46  Próximo presidente terá 'cheque' de R$ 258 bi para cumprir regra de ouro
22/10/2018 - 10:53  Simone Tebet pode presidir o Senado num eventual governo Bolsonaro
22/10/2018 - 09:45  Reinaldo tem 54% em nova pesquisa divulgada nesta segunda-feira 22 de outubro
22/10/2018 - 09:22  Abstenção em MS elegeria nove vezes o deputado eleito menos votado no Estado
17/10/2018 - 12:07  PF indicia Michel Temer e filha Maristela por corrupção passiva e lavagem de dinheiro
17/10/2018 - 10:22   Câmara de Dois Irmãos do Burtiti recebe LOA.
17/10/2018 - 10:19  Azambuja cobra celeridade do TRE sobre suposto erro em urnas eletrônicas
16/10/2018 - 09:57  Deputados reeleitos do MDB e 9 prefeitos apoiam Reinaldo Azambuja
16/10/2018 - 09:20  Bombeiros salvam vida, mas agora respondem a processo.
16/10/2018 - 09:07  Estado reafirma que não tem dinheiro para abrir licitação
16/10/2018 - 08:54  Bolsonaro tem 59% dos votos válidos e Haddad, 41%, aponta Ibope
16/10/2018 - 08:49  Governo Temer tem aprovação de 5% e reprovação de 74%, diz pesquisa Ibope
16/10/2018 - 08:27  Odilon Junior contradiz o pai sobre visita a André Puccinelli na cadeia
15/10/2018 - 17:29  Senadora eleita pelo PSL se diz neutra e não apoia ninguém para governo
15/10/2018 - 17:26  Odilon Jr. visitou Puccinelli na prisão antes de apoio do MDB ao pai
15/10/2018 - 17:23  Com perfis falsos na internet, esfaqueador de Bolsonaro fez menção ao PCC
15/10/2018 - 17:16  Coligação do PSDB terá maioria na Assembleia
09/10/2018 - 10:25  PSB, PSDB, Rede, DC e PPL devem anunciar hoje apoio no segundo turno
09/10/2018 - 09:58  Haddad e Bolsonaro descartam mudar Constituição
09/10/2018 - 09:56  Bolsonaro tem 55,06% dos votos em MS, contra 23,87% de Haddad
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE