PUBLICIDADE
Política
Noticia de: 09 de Fevereiro de 2018 - 12:00
Temer diz que 'por enquanto' não é candidato à reeleição0



 
 

O presidente Michel Temer (MDB), mais uma vez, evitou ser direto ao responder à pergunta, em entrevista à Rádio Guaíba, sobre se será ou não candidato à Presidência, já que está empenhado na aprovação da reforma da Previdência e na divulgação dos "avanços" de seu governo. Temer foi cauteloso em usar duas vezes expressões dizendo que, não é candidato, "no momento" e "por enquanto", sugerindo que a hipótese não está descartada.

"No momento, eu sou candidato a passar para a história como alguém que pegou o País em uma recessão profunda. Estamos saindo da recessão e nos últimos seis meses, apesar dos embates todos, estamos conseguindo fazer as reformas necessárias para o País, para fazer o País crescer. Não só crescer agora, mas continuar crescendo", respondeu o presidente ao ser questionado se os ganhos obtidos em seu governo não o habilitaria a disputar a reeleição. Mais adiante, depois de fazer as considerações sobre o que fez em sua administração, o presidente emendou: "Minha candidatura, por enquanto, é essa".

+++ Temer diz que não tentará reeleição e que seguirá carreira de jurista

Temer disse ainda que não está preocupado com sua popularidade, ao salientar que uma vez ouviu de um empresário que ele deveria aproveitar sua baixa aceitação na população para fazer reformas impopulares e disse: "É isso que estou fazendo".

+++ Temer diz que é preciso dar 'tempo ao tempo', sobre baixa popularidade em pesquisas

O presidente se queixou da pouca divulgação que se dá aos atos de seu governo, chegando a citar que, por exemplo, o lançamento para entrega de 650 mil casas em 2018 "saiu apenas em uma fitinha no jornal".

Temer, neste momento, está despachando no Palácio do Planalto, mas, ainda hoje, irá para o Rio de Janeiro, com a família, passar o carnaval. Sobre a viagem, na entrevista, o presidente disse que aproveitará para descansar e que "descanso também é momento de meditação".

CRISTIANE BRASIL

Temer voltou a defender a indicação da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) para o Ministério do Trabalho. "Não é questão de mérito, mas de princípio. Cabe ao presidente nomear", declarou Temer reconhecendo, no entanto, que todo esse embate e desgaste, por tanto tempo, "não foi bom".

O presidente lembrou que, com a descompatibilização a partir de abril de pelos menos 12 ministros parlamentares ou não, que estão em seu governo e querem disputar as próximas eleições, ficaria inviável se cada juiz decidisse dar uma liminar impedindo a nomeação de quem ele escolheu. "Vou substituir 12 ou 13 ministros. Imagina se cada ministro que eu nomear, um juiz de primeiro grau impede", reclamou o presidente, insistindo que "a Constituição estabelece que é competência privativa do presidente da República nomear".

Para o emedebista, "fica parecendo que cometi um equívoco jurídico, o que não é verdadeiro". E emendou: "Posso até cometer um erro administrativo ao escolher um ministro, que não é o caso, já que Cristiane Brasil é competente, trabalhadora e presta bons serviços ao País. Mas isso não é revisável por um juiz de primeiro grau. Imagina se cada ministro que eu nomear, um juiz impede?".

+++ Temer diz que vai respeitar decisão da Justiça sobre Cristiane

Ao citar as ações impetradas para impedir que Cristiane assuma o cargo, Temer disse que as cinco foram todas iguaizinhas, sugerindo o discurso que vem sendo feito por ministros de seu governo de que essa questão virou uma batalha política. Em seguida, Temer afirmou que aguarda a decisão do Supremo Tribunal Federal para decidir a questão do princípio da nomeação, que reiterou ser de sua competência.

+++ MPF investiga Cristiane Brasil por associação ao tráfico

Na entrevista, Temer ainda disse que está analisando a composição de seu novo ministério. E sem entrar em detalhes, o presidente disse que isso deve ocorrer a partir de 1.º e 2 de abril.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
17/08/2018 - 12:22  NOTA DE ESCLARECIMENTO
16/08/2018 - 10:42  Desistências e trocas de cargos provocam renovação de ‘meia Brasília’ e 20% da Assembleia
16/08/2018 - 10:22  Prefeito Edilsom participa das comemorações dos 126 de Aquidauana.
16/08/2018 - 09:57  Procuradora-geral contesta no TSE candidatura de Lula a presidente
16/08/2018 - 09:37  Começa hoje a guerra eleitoral em Mato Grosso do Sul
16/08/2018 - 09:02  Renúncia de Chaves abre crise e tensão na campanha de Odilon
15/08/2018 - 10:38  Casa de Leis de Dois Irmãos do Buriti realiza 19ª sessão.
15/08/2018 - 10:12  Junior Mochi assume candidatura do MDB ao Governo de Mato Grosso do Sul
14/08/2018 - 12:37  Mochi é o candidato do MDB ao Governo de MS
14/08/2018 - 12:36  Em cima da hora; MDB pode lançar Paulo Duarte como candidato ao Governo do Estado
14/08/2018 - 11:11  Parlamentares de MS recebem prêmios por desempenho e Simone é eleita melhor senadora
14/08/2018 - 10:54  TRF3 nega liberdade ao ex-governador André Puccinelli, filho e advogado
14/08/2018 - 10:53  "Está mais para não do que para sim", diz Mochi sobre disputar o governo
14/08/2018 - 09:45  Mochi poderá ser candidato ao governo pelo MDB após saída de Simone
13/08/2018 - 09:52  Simone Tebet desiste de candidatura ao governo do Estado
09/08/2018 - 16:08  Facebook abre registro a candidatos e partidos para publicar anúncios
09/08/2018 - 16:06  TSE mantém horários locais para início e fim da votação neste ano
09/08/2018 - 11:55  Decisão do Supremo ameaça candidatura do vice de Simone Tebet
08/08/2018 - 13:25  Ministra do STJ se nega julgar habeas corpus para soltar André Puccinelli
08/08/2018 - 11:46  Saiba quem são os candidatos a presidente nas eleições 2018
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE