PUBLICIDADE
Saúde
Noticia de: 13 de Abril de 2018 - 10:59
MS tem meta de vacinar 663 mil durante “ Campanha Nacional contra Influenza”



 
 

Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza terá início no dia 23 de abril / Edemir Rodrigues

 
 
Começa, no dia 23 de abril, a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que tem como meta, em Mato Grosso do Sul, vacinar 90% do público-alvo, no mínimo, o que representa 663.656 pessoas. Conforme nota técnica divulgada pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), por meio da Superintendência Geral de Vigilância em Saúde, a campanha vai até o dia 01° de junho, sendo 12 de maio o “Dia de Mobilização Nacional – Dia D”.

Fazem parte do público-alvo 737.395 pessoas- crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas, professores, profissionais da saúde, povos indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população carcerária e funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independente da idade.

De acordo com o escalonamento da entrega da vacina, o início da campanha, no dia 23 de abril, será para os grupos prioritários do público-alvo – profissionais de saúde, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas e professores.

A partir do dia 12 de maio, a vacinação será estendida para a população com idade acima de 60 anos. Para os demais grupos, a campanha estará disponível apenas no dia 21 de maio.

As estratégias de vacinação no Brasil, segundo o Ministério da Saúde, são decisões respaldadas em bases técnicas, científicas e logísticas, evidência epidemiológica, eficácia e segurança do produto.

As campanhas têm contribuído na redução da mortalidade em indivíduos portadores de doenças crônicas, tais como doença cardiovascular, AVC (acidente vascular cerebral), doenças renais, diabetes, pneumonias, DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), além de outras. Entre as possíveis condições de risco para a ocorrência de complicações por influenza, a presença de ao menos uma comorbidade foi mais frequente entre os acometidos.

A influenza é uma doença respiratória infecciosa, de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção.

No que diz respeito à parte técnica da vacina, a OMS (Organização Mundial de Saúde) recomendou, em setembro de 2017, a composição da influenza a partir das cepas de vírus a serem utilizados na campanha de 2018 para a produção da vacina trivalente no hemisfério Sul.

Transmissão

A transmissão dos vírus influenza se dá por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também acontece por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).

Os sintomas da gripe são febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

O Ministério da Saúde orienta a população a adotar cuidados simples para evitar a doença, como lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto, não compartilhar objetos de uso pessoal e evitar locais com aglomeração de pessoas.


principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
09/10/2018 - 11:49  Quem são os parlamentares da "bancada Bolsonaro" de MS
02/10/2018 - 10:15  O crescimento misterioso das alergias aos alimentos
01/10/2018 - 14:48  Saúde estuda incluir duas novas doses no calendário de vacinação
01/10/2018 - 11:27  Com 1,4 mil casos de sífilis em 2018, prefeitura intensifica prevenção
26/09/2018 - 16:08  Caminhada Conscientização da Prevenção ao Suicídio é realizada no Distrito de Palmeiras.
20/09/2018 - 11:51  Caravana da Saúde é um exemplo de MS para o Brasil
14/09/2018 - 10:23  MS tem 67 cidades que superaram meta de vacinação
05/09/2018 - 10:05  Secretaria de Saúde de Dois Irmãos do Buriti alcança meta de imunização contra sarampo e ...
03/09/2018 - 15:19  Mesmo com segundo dia D, MS não bate a meta de vacinação
22/08/2018 - 16:17  Cresce o numero de mulheres que desejam engravidar através de doação de óvulos.
17/08/2018 - 12:01  Secretaria de Saúde de Dois Irmãos do Buriti promove palestra de BIOSAÙDE.
15/08/2018 - 09:52   Médico alerta para a prevenção de doenças do homem o ano todo
06/08/2018 - 09:51  Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo começa hoje
06/08/2018 - 08:51  Baixa cobertura vacinal deixa Estado em alerta
26/07/2018 - 11:31  Cinco cidades de MS estão em alerta para baixa imunização contra poliomielite
26/07/2018 - 11:08  Brasil tem 822 casos confirmados de sarampo; 3.831 são investigados
24/07/2018 - 10:23  Brasileiro sabe pouco sobre diabetes, aponta pesquisa Datafolha
23/07/2018 - 10:15  Rede pública vai distribuir repelente às grávidas contra o Aedes aegypti
07/06/2018 - 10:53  Doença de Pompe: pouco conhecida e muito perigosa
07/06/2018 - 10:47  Estado tem 15 mortes por gripe e 505 casos sob investigação
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE