PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 17 de Abril de 2018 - 09:18
Rios da Bacia do Alto Paraguai estão assoreando no Pantanal



 
 

Bem em meio às águas do Rio Miranda, é possível caminhar sobre os bancos de areia que se formam sob o curso d’água - Foto: Ricardo Fernandes / Salve o Rio Miranda

 
 

Despejos de esgotos sanitários, exploração mineral e principalmente o manejo inadequado do solo utilizado para plantio extensivo de soja e pecuária de corte têm sido os responsáveis pelo assoreamento dos rios da Bacia do Alto Paraguai (BAP), no Pantanal. Pelo menos 22 importantes cursos d’água, localizados nas regiões noroeste e oeste de Mato Grosso do Sul, estão sendo “invadidos” por sedimentos, que entopem nascentes e causam preocupante desequilíbrio ambiental. 

“Começando pelo Rio Aquidauana, até o Miranda, e já quase chegando à foz, em Albuquerque, grande parte dos rios já não tem APP (Área de Preservação Permanente). Existe acesso de gado aos rios e plantio de soja e arroz muito próximo da água, inclusive, tem uma fazenda de produção de arroz que drena água do rio e faz com que passe por todo o mecanismo de cultivo deles”, pontua André Luiz Siqueira, diretor-presidente da organização não-governamental Ecoa – Ecologia e Ação.

Para ele, “os rios têm sofrido, isso é notório, é muito comum navegar no rio com 50 a 60 centímetros de altura. E não se tem hoje no Estado o levantamento da qualidade da água para ver o nível tóxico de defensivos agrícolas. Não são feitos exames, não existe nada”, sustentou.

Estão entre os prejudicados os rios Correntes, Paraguai, Paraguai Mirim, Taquari e Taquari Velho, Piquiri, Jauru, Coxim, Aquidauana, Negro, Capivari, Miranda, Salobra, Nioaque, Nabileque, Aquidabã, Branco, Amanguijá, Perdido, Santo Antônio, Apa e Caracol. 

*  Correio do Estado. 

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
25/04/2018 - 20:00  Protesto da MST fecha cruzamento da Mato Grosso no horário de pico
25/04/2018 - 10:03  Encceja já tem mais de 1 milhão de inscritos
25/04/2018 - 10:00  Exército inicia operação para fiscalizar comércio de explosivos em MS
25/04/2018 - 09:38  Milho pode ter perdas de 200 mil toneladas com seca em Mato Grosso do Sul
25/04/2018 - 09:37  Concurso da PF terá 150 vagas para o cargo de delegado
24/04/2018 - 12:00  Sanesul quer usar Rio Formoso para o abastecimento de água em Bonito0
24/04/2018 - 11:18  Correios Celular chega a Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira
24/04/2018 - 10:00  Para 2018, UFMS pode ter R$ 70 milhões a menos no orçamento
24/04/2018 - 09:18  Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje
23/04/2018 - 10:49  Dois Irmãos do Buriti adere Agrinho 2018.
23/04/2018 - 09:46  Prefeito e comitiva parlamentar participam das comemorações do Dia do Índio.
18/04/2018 - 11:21  Nelson Trad Filho faz palestra sobre o prevenção do câncer de próstata em Dois Irmãos do Buriti.
18/04/2018 - 10:00  Mato Grosso do Sul deve ganhar novo terminal portuário
18/04/2018 - 09:57  Prefeitura divulga resultado de Qualificação Profissional FIC-IFMS.
18/04/2018 - 09:44  A pedido do governo, Justiça libera devastação no Pantanal
17/04/2018 - 15:37  Prefeito Edilsom acompanha engenheiros em retomada de obra.
17/04/2018 - 12:25  Empresas que ocupam mão de obra prisional em MS conquistam certificação nacional
17/04/2018 - 09:20  Cidades de MS terão R$ 13,9 milhões de compensação por usinas
16/04/2018 - 15:20  Na mesma sala, pai, mãe e filho voltam a estudar para transformar a vida juntos
16/04/2018 - 12:00  Só no mês de fevereiro, mais de 3 mil pessoas assassinadas no Brasil
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE