PUBLICIDADE
Política
Noticia de: 02 de Maio de 2018 - 11:00
Delação de Palocci é enviada para aval do TRF-4



 
 

 A delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci, homem de confiança das gestões Lula e Dilma, foi enviada na noite desta segunda (30) para homologação do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

O processo chegou às mãos do relator da Lava Jato no tribunal, juiz federal João Pedro Gebran Neto, que encaminhará na quarta (3) à PRR-4 (Procuradoria Regional da República da 4ª Região). Depois de parecer dos procuradores, decidirá se a colaboração é válida ou não.

Palocci está preso preventivamente desde 2016 e fechou delação com a Polícia Federal depois de tentar um acordo sem sucesso com o Ministério Público Federal.

Há uma disputa entre a Polícia Federal e o Ministério Público Federal em torno da competência dos órgãos para tratar de colaborações. A palavra final ainda será dada pelo Supremo Tribunal Federal.

Nesta mesma noite, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, denunciou o ex-presidente Lula, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), os ex-ministros Antônio Palocci e Paulo Bernardo e o empresário Marcelo Odebrecht, sob acusação de corrupção e lavagem de dinheiro.

Isso levou procuradores a afirmarem na internet que a delação de Palocci terá de ser homologada no âmbito do STF e passar pela Procuradoria-Geral da República, e não pelo TRF-4 e pela PRR-4.

"Dentre as condições para eventual colaboração de Palocci (ou de qualquer investigado) estão: revelar todos os fatos e demais participantes da organização, revelação da estrutura hierárquica e divisão de trabalho, recuperação total ou parcial do produto do crime", disse Alan Mansur, chefe do MPF no Pará e diretor da ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República).

"Assim, se houver colaboração premiada de Palocci, deve ser avaliada pela PGR e homologada pelo STF, já que há acusação formal naquele tribunal. A menos que o STF faça o desmembramento do processo e remeta os investigados sem foro ao juízo de 1º grau", acrescentou, em rede social.

Contatada, a Procuradoria-Geral da República ainda não se manifestou.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
27/05/2018 - 18:58  População de Dois Irmãos do Buriti faz manifestação de apoio aos Caminhoneiros.
25/05/2018 - 11:25  PSDB cancela visita que Alckmin faria a MS neste sábado
22/05/2018 - 14:33  Vereadores participam de reunião com motoristas da educação.
21/05/2018 - 09:45  Marun diz que MDB não tem medo de cara feia
21/05/2018 - 09:40  André reúne centenas de aliados e reafirma candidatura para valer
19/05/2018 - 20:04  Em evento do MDB Presidente da Câmara Eder Alcântara é anunciado como pré- candidato a ...
18/05/2018 - 09:52  Odilon diz só aceita DEM se aliança for com boas intenções
18/05/2018 - 09:30  Emendas parlamentares somam R$ 1,78 milhão em repasses para saúde
16/05/2018 - 13:54  Vereador Eber publica Moção de Pesar pelo falecimento do Sr. Pastor Luiz Bitencurt.
16/05/2018 - 12:38  Câmara esclarece boato levantado sobre Projeto de Lei.
16/05/2018 - 11:53  Câmara aprova projeto de doação de terrenos para construção de 40 casas.
15/05/2018 - 17:45  Senador Moka destina R$ 8,7 milhões à saúde de 31 municípios de MS
15/05/2018 - 15:24  Deputada Grazielle Machado anuncia saída da base do governo PSDB
15/05/2018 - 11:27  Puccinelli diz não ter receio de enfrentar qualquer adversário
14/05/2018 - 10:00  Puccinelli defende candidatura própria do MDB à Presidência
14/05/2018 - 09:48  Segunda Turma do STF nega recurso por unanimidade e mantém Lula preso
09/05/2018 - 14:44  Zauith é cotado para ser vice de Azambuja na disputa pelo Governo
08/05/2018 - 16:08  Azambuja anuncia em junho quem será seu vice
08/05/2018 - 13:00  Senad e Polícia Federal destroem mais de 1,4 mil toneladas de maconha
08/05/2018 - 12:21  Joaquim Barbosa anuncia que não será candidato à presidência
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE