PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 17 de Maio de 2018 - 14:43
Secretário pretende armar até guardas das escolas municipais



 
 

Com 186 guardas municipais, a segunda turma de capacitação para armamento letal formou hoje (17), na Academia de Polícia Civil (Acadepol). A intenção da Secretaria Municipal de Segurança Pública (Semsp) é armar todo efetivo de 1160 guardas nos próximos três anos, incluindo os agentes que ficam nas escolas municipais e terminais de ônibus.

Até hoje, apenas 100 guardas tinham esse treinamento e capacitação para trabalhar armado, o que possibilitava que um dos quatro agentes da viatura de patrulha manuseasse uma arma de fogo. A ideia a partir de agora é que todos da viatura sejam armados.

“Com a conclusão de mais essa etapa e mais esse grupo, nós já teremos aproximadamente 1/3 do efetivo da Guarda Civil Municipal capacitada e habilitada para uso do armamento letal. Nós tínhamos até esse mês 10% do efetivo formado e com capacidade de trabalhar armado. Vamos distribuir todos esses guardas nas sete regiões de Campo Grande, que hoje nós temos uma parcela trabalhando desarmada. A prioridade é colocar todos os patrulheiros armados dentro dos próximos 15 ou 20 dias no máximo. Ou seja, isso vai dar uma diferença muito grande, principalmente na questão das operações preventivas e em apoio às atividades da Polícia Militar e Polícia Civil. Todos os componentes da viatura estarão armados”, detalhou Valério Azambuja, secretário municipal de Segurança Pública.

Com o curso tendo duração de dois meses, a polêmica sempre gira em torno dos guardas municipais estarem preparados para serem armados. Para o prefeito, Marcos Trad (PSD), só o tempo dirá se isso será positivo. “Uma coisa eu garanto, são pessoas corretas, honestas, bem intencionadas e capacitadas. Todas elas bem treinadas. Agora, se vai ser bom ou ruim, o tempo vai mostrar”, resumiu.

Durante a formatura, o prefeito alertou todos os guardas formandos sobre a responsabilidade que todos carregarão a partir de agora. “Muita responsabilidade. Os aplausos de hoje podem ser as lágrimas de amanhã, por conta da importância do recurso que utilizarão”, afirmou.

Já para Azambuja, toda capacitação tem como referência um estudo da Secretaria Nacional de Segurança. “O guarda já está em atividade há 7, 10, 12 anos. Essa é a diferença de você tirar um servidor concursado, fazer academia e em dois ou trÊs meses ele sair policial. O guarda já vem fazendo essa atividade, só que não possui o instrumento que é a arma. Como vai proteger a vida de um segundo ou terceiro se não consegue proteger nem a dele. Ele tem as condições técnicas e equilibrio emocional de saber utilizar. Todos eles passaram por um treinamento, fizeram o teste de aptidão psicológica e investigação social. Acredito que a partir de agora, a mão de obra da segurança vai melhorar bastante”, completou o secretário.

PRÓXIMO CURSO
Com esse foco de armar todo efetivo em três anos, a próxima turma do curso já está programada para começar em agosto, conforme o secretário. “Agosto vamos colocar a terceira turma. Vamos aproveitar a pré-seleção dessa segunda turma. Dos quase 500 pré-selecionados dessa. São 1160 guardas no total. Paulatinamente pretendemos armar aqueles que preencherem os requesitos legais, forem submetidos a todo esse processo e curso. A ideia é dentro de três a cinco anos toda a guarda esteja trabalhando armada, 100%”, concluiu.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
19/10/2018 - 11:42   Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti realizou a 6º Conferencia Municipal dos Direitos da ...
19/10/2018 - 10:42  Receita Federal vai premiar bons pagadores de impostos
17/10/2018 - 12:31  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti realiza operação tapa-buracos por toda cidade.
17/10/2018 - 12:10  Falha em sites do Governo de MS suspende atendimentos de serviços
17/10/2018 - 12:06  Sem receber há 50 dias, servidores públicos estão há nove dias em greve
17/10/2018 - 10:21  Alerta de tempestade e queda de granizo em 38 cidades de MS nesta quarta-feira
17/10/2018 - 10:17  Transporte gratuito a doentes crônicos pode deixar de valer
17/10/2018 - 10:16  Municípios usarão recursos da Cesp em infraestrutura
16/10/2018 - 09:45  Em dez anos, usuários de MS fizeram mais de 450 mil trocas de operadoras
16/10/2018 - 09:25  Bombeiros salvam vida, mas agora respondem a processo
16/10/2018 - 09:00  MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma
15/10/2018 - 17:33  Fazenda de traficante é 1ª na história transferida para governo paraguaio
15/10/2018 - 17:30  Estado diz que dinheiro só é suficiente para retomar Aquário sem licitação
09/10/2018 - 11:44  Uso de agrotóxicos coloca antas em risco na região do cerrado de Mato Grosso do Sul
09/10/2018 - 11:21   Enem para privados de liberdade é antecipado para 11 e 12 de dezembro
09/10/2018 - 11:19  Chuvas de outubro reduzem 77% dos incêndios em MS comparado a 2017
09/10/2018 - 11:18  Conselho Nacional de Justiça julga processo disciplinar contra a desembargadora Tânia
09/10/2018 - 09:51  Horas de chuva causam enchentes em seis cidades e deixam desalojados
08/10/2018 - 11:05  Governo chama candidatos da PM para prova de título e teste psicológico
08/10/2018 - 10:10  Conheça o Pantanal em preto e branco pintado por estudantes
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE