PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 11 de Junho de 2018 - 15:50
Assembleia decreta luto por morte de PM executado na Guaicurus



 
 

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul decretou, por meio de nota oficial, luto por três dias na Casa após a execução do sargento aposentado da PM Ilson Martins de Figueiredo, 62 anos, executado na manhã desta segunda-feira (11) com mais de 35 tiros dentro de seu carro, um Kia Sportage branco, na Avenida Guaicurus, região sul da Capital. Os autores utilizaram munição de alta precisão, como a adequada a fuzis, com capacidade de perfurar veículos blindados.

"A Assembleia Legislativa presta condolências à família e amigos e acredita no trabalho de investigação das forças policiais e na responsabilização dos envolvidos. llson Martins de Figueiredo era casado e deixa três filhos", diz parte do texto publicado.

Figueiredo trabalhava na Casa desde 2015, segundo Júnior Mocchi (MDB), presidente da Assembleia. "Nunca soube de nada que pudesse colocar em dúvida sua conduta profissional", disse o parlamentar. "Queremos apenas que a investigação seja rápida e aponte de fato a elucidação do que motivou o crime."

Segundo o Diário Oficial do Estado, Figueiredo está aposentado desde 21 de outubro de 2015, quando o pedido para ser reformado foi aceito pelo atual governador, Reinaldo Azambuja (PSDB). De acordo com o Portal da Transparência, seu último salário, como primeiro sargento, foi de R$ 7.259,51.

Na Polícia Militar, corporação que integrava desde os anos 1980, Figueiredo era conhecido por ser um dos primeiros policiais a integrar o então Grupo de Operações de Fronteira, atualmente chamado de Departamento de Operações de Fronteiras, em Dourados. 

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
18/01/2019 - 11:48  Mais de 112 mil candidatos zeraram a redação do Enem; 55 tiraram nota máxim
18/01/2019 - 10:29  Marciano, cantor sertanejo, morre aos 67 anos
18/01/2019 - 10:04  Secretaria faz entrega de brinquedos pedagógicos para atendimento psicológico.
17/01/2019 - 16:35  Para ter uma arma em casa, o gasto mínimo é de R$ 3,7 mil
17/01/2019 - 14:52  Multa mínima para quem capturar Dourado em rios será de R$ 2,7 mil
17/01/2019 - 14:43  Técnicos substituirão professores a partir do dia 18 de fevereiro
17/01/2019 - 14:13  Como as empresas de tecnologia podem lucrar com suas fotos no #10YearsChallenge
17/01/2019 - 14:12  Prazo de inscrição para processo seletivo da Força Nacional termina amanhã
17/01/2019 - 14:09  Família da ministra Tereza Cristina tem conflito histórico com índios em MS
17/01/2019 - 09:05  Secretaria de Educação Informa que matriculas para ano letivo de 2019 estão abertas.
17/01/2019 - 08:34  Brasil bate recorde de mortes violentas em 2017
17/01/2019 - 08:33  Mais de 6,4 mil microempresas devem R$ 136 milhões à Receita
17/01/2019 - 08:27  Em 15 dias, cidade de MS lidera ranking de queimadas no Brasil
17/01/2019 - 08:22  Depois de decreto, dobra número de procura por armas em lojas
16/01/2019 - 11:10  Depois de fechar escolas, Estado agora faz corte de professores
16/01/2019 - 10:20  Em um ano, dobra emissão de porte de arma em Mato Grosso do Sul
16/01/2019 - 09:37  Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
16/01/2019 - 08:29  Depois de fechar escolas, Estado agora faz corte de professores
15/01/2019 - 15:18  Obra sem fim, até remover pichação em titânio vira problemão no Aquário.
15/01/2019 - 15:14  MS tem o 2º maior número de terras com as demarcações em risco
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE