PUBLICIDADE
Política
Noticia de: 06 de Agosto de 2018 - 11:51
Confira lista: com fim do prazo de convenções, eleitor de MS terá 6 opções para o governo



 
 

Confira lista: com fim do prazo de convenções, eleitor de MS terá 6 opções para o governo

 
 

Terminou ontem  domingo (5), o prazo dado pela Justiça Eleitoral para que os partidos políticos realizassem suas convenções, para escolha dos candidatos que vão disputar as eleições de outubro. Em Mato Grosso do Sul, os eleitores terão que escolher entre seis postulantes ao cargo de governador do Estado.

Tentando voltar ao comando do Estado, o MDB terá a senadora Simone Tebet como candidata ao governo, e o procurador de Justiça e pastor evangélico, Sérgio Harfouche, do PSC, como candidato a vice-governador. Completa a chapa majoritária, o senador Waldemir Moka, que busca a reeleição.

Quem também terá a reeleição é o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Após muito mistério, os tucanos definiram como candidato a vice-governador o ex-prefeito de Dourados, e que já ocupou a vice-governadoria na primeira gestão de André Puccinelli (MDB), Murilo Zauith. Para o senado, a chapa tucana terá Marcelo Miglioli (PSDB) e Nelsinho Trad (PTB).

Juiz aposentado, Odilon de Oliveira é a escolha do PDT para a disputa do governo. O candidato a vice-governador será Marcos Camargo Vitor, bispo da Igreja Evangélica Sara Nossa Terra, indicado do PRB, aliado de última hora que também terá o senador Pedro Chaves como candidato ao Senado, ao lado da Profª Leocádia Petry Lemes (PDT).

O PT vai de chapa pura na disputa majoritária, e aposta no ex-prefeito de Mundo Novo, Humberto Amaducci, para encabeçar a chapa. A advogada Luciene Maria da Silva e Silva será a candidata ao cargo de vice-governadora, e o ex-governador e deputado federal Zeca do PT o candidato ao Senado.

Numa coligação formada por REDE, PV e PCdoB, o engenheiro Marcelo Bluma (PV) será o candidato a governador, tendo como vice na chapa a profª Ana Maria Bernardelli (REDE). Mário Fonseca (PCdoB) vai disputar o Senado na chapa.

Último partido a definir os nomes, o PSOL também vai de chapa pura nas eleições, e aposta na pluralidade. O advogado e ex-vice-prefeito de Ribas do Rio Pardo, João Alberto Danieze será o candidato ao governo, Diná Freitas, candidata a vice-governadora, e, completando majoritária da sigla, terá um representante da comunidade indígena, Anizio Guató, da tribo Guató de Corumbá, será o candidato ao Senado.

Registro

Agora, partidos e coligações têm até o próximo dia 15 de agosto para apresentarem no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) o requerimento de registro de candidatos a governador e vice-governador, senador e suplente, deputado federal e deputado estadual. No dia seguinte, 16 de agosto, é o início do prazo em que se torna permitido, de fato, a propaganda eleitoral.

Fonte - Midiamax.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
14/08/2018 - 12:37  Mochi é o candidato do MDB ao Governo de MS
14/08/2018 - 12:36  Em cima da hora; MDB pode lançar Paulo Duarte como candidato ao Governo do Estado
14/08/2018 - 11:11  Parlamentares de MS recebem prêmios por desempenho e Simone é eleita melhor senadora
14/08/2018 - 10:54  TRF3 nega liberdade ao ex-governador André Puccinelli, filho e advogado
14/08/2018 - 10:53  "Está mais para não do que para sim", diz Mochi sobre disputar o governo
14/08/2018 - 09:45  Mochi poderá ser candidato ao governo pelo MDB após saída de Simone
13/08/2018 - 09:52  Simone Tebet desiste de candidatura ao governo do Estado
09/08/2018 - 16:08  Facebook abre registro a candidatos e partidos para publicar anúncios
09/08/2018 - 16:06  TSE mantém horários locais para início e fim da votação neste ano
09/08/2018 - 11:55  Decisão do Supremo ameaça candidatura do vice de Simone Tebet
08/08/2018 - 13:25  Ministra do STJ se nega julgar habeas corpus para soltar André Puccinelli
08/08/2018 - 11:46  Saiba quem são os candidatos a presidente nas eleições 2018
08/08/2018 - 11:27  Câmara aprova duas MPs negociadas por Temer com caminhoneiros
08/08/2018 - 11:18  Balanço mostra desempenho dos deputados de MS em Brasília
08/08/2018 - 10:09  Câmara de Dois Irmãos do Buriti volta aos trabalhos após recesso.
07/08/2018 - 10:08  Dono da JBS diz que repassou R$ 70 milhões de propina para Reinaldo Azambuja em 2 anos
07/08/2018 - 10:05  Novo entra na disputa com apenas cinco candidatos a deputado federal
06/08/2018 - 13:44  Puccinelli completa 17 dias preso, à espera de decisão de Carmem Lúcia
06/08/2018 - 12:10  Defesa de Puccinelli diz que pedido de Dodge é "intromissão indenvida"
06/08/2018 - 08:55  Pacote tributário favorece 19% da indústria e poucas empresas de MS
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE