PUBLICIDADE
Cultura
Noticia de: 29 de Outubro de 2018 - 15:06
"Governo novo, novos nomes", adiantou Azambuja sobre mudanças



 
 

No dia seguinte às eleições de 2018, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou que o time do Executivo estadual terá mudanças. “Governo novo, novos nomes. Vamos reciclar, mas não vamos partidarizar”, adiantou ele sem citar nomes. Porém o governador disse que não vai diminuir pastas, mas que vai enxugar gastos e cortar ao máximo cargos comissionados.  

Na primeira gestão, em que Azambuja assumiu em 2014, eram 15 secretarias, o governador diminuiu esse número para dez. A estratégia que ele vai utilizar é de investir em Tecnologia de Informação (TI) para tentar economizar. “Pretendemos mexer em pastas, diminuir cargos de comissão. Vamos usar servidores efetivos, o que der para fundir vamos fazer, gastar menos com o governo e mais com as pessoas”, declarou.

Azambuja pretende continuar com escolhas técnicas, o líder do Executivo estadual disse que nunca partidarizou o governo. “Vamos pegar propostas dessas bancadas de outros partidos (que apoiaram o governador) e vamos analisar. Não precisa barganhar cargo, isso deve ser escolhido com competência”, reforçou. 

Outra proposta que, segundo Azambuja, será adotada logo em janeiro, é o incentivo fiscal para empresários que contratarem jovem e mulheres vítimas de violência doméstica. “Eles terão tratamento especial no nosso governo”, declarou Azambuja, durante entrevista a TV Morena, na manhã desta segunda-feira (29).

Sobre as propostas defendidas pelo presidente da República eleito, Jair Messias Bolsonaro (PSL), em que ele defende o corte de privilégios, Azambuja disse que também compactua com a linha de pensamento de Bolsonaro. “Não é tirar direitos e sim cortar privilégios. Direitos adquirido não se tira. Precisamos diminuir grandes salários”, adiantou o líder do Executivo estadual. Azambuja citou proventos que ultrapassam a R$ 30 mil por mês. “Vamos também fazer reformas, diminuir ministérios”, reforçou ele.

Uma das reformas que tem sido defendida por Bolsonaro é sobre a diminuição do número de partidos e transformar o voto obrigatório em facultativo. “Sou a favor também e defendo o voto distrital misto que aproxima o eleitor do candidato”, afirmou.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
06/11/2018 - 10:17  IX Sarau de Poesia da Escola Municipal Felícia Emiko Kawamura Sakitani.
26/10/2018 - 09:57  Dupla morta em troca de tiros com a polícia tentou assaltar Nelsinho Trad
23/10/2018 - 09:33  Custo de campanha para governar o Estado passa de R$ 5,5 milhões
28/09/2018 - 09:36  Circo e Parque “Aline”, estréia hoje em Dois Irmãos do Buriti.
20/09/2018 - 14:35  Festival de Chamamé terá cinco dias recheados de atrações
12/09/2018 - 17:30  Gabriel Sater chega ao cinemas como protagonista de Coração de Cowboy
06/09/2018 - 15:54  Aldeia Água Azul comemora com desfile cívico o Dia da Independência.
30/08/2018 - 09:27  Conflito entre índios e fazendeiros faz TRE pedir tropas federais nas eleições no sul de MS
27/08/2018 - 10:21  Poesia - Dói-me
22/08/2018 - 16:14  Fotografia: uma forma de criar arte
20/08/2018 - 12:13  A arte do amor
13/08/2018 - 14:55   Escola Municipal Felícia Emiko Kawamura Sakitani realizou o 3º Educafest .
13/08/2018 - 10:46  Eis-me aqui o Senhor dos Senhores
10/08/2018 - 17:05  Poesia - Ser Pai .
06/08/2018 - 08:56  Minha querida terrinha
02/08/2018 - 11:13  Coluna da Poesia ‘Madu”.
07/05/2018 - 08:46  Festival América do Sul promove encontro multicultural com 10 países
23/04/2018 - 10:25  Festa do Peixe já esta confirmada para 2019.
12/04/2018 - 09:56  Jogos Indígenas terão participação de 18 equipes e 500 atletas
11/04/2018 - 14:46  Primeira Festa do Peixe do Distrito de Palmeiras.
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE