PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 06 de Novembro de 2018 - 10:36
Comissão de Direitos Humanos da OEA visita aldeias de MS nesta 4ª



 
 

Acampamento Ñu Verá, em Dourados (Foto: Google Earth/Divulgação MPF).

 
 

No Brasil até 12 de novembro, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA (Organização dos Estados Americanos) visita Mato Grosso do Sul na quarta-feira (dia 7). A informação é da assessoria de comunicação do Ministério dos Direitos Humanos.

Está prevista a ida de integrantes do grupo a Reserva Indígena de Dourados, 233 km de Campo Grande. A equipe também vai a Guyraroká e Te´yikue, localizadas em Caarapó, 283 km da Capital. Ambos municípios fazem parte da faixa de fronteira do País com o Paraguai.

Não há detalhes sobre horários, nem como será a visita e local de partida. Segundo o Ministério dos Direitos Humanos, a PF (Polícia Federal) acompanhará o grupo até às comunidades indígenas. Da Comissão Interamericana, está prevista a vinda de Antonia Urrejola Noguera para o Estado.

A reportagem apurou que a comissão também vai se reunir com integrantes do MPF/MS (Ministério Público Federal de Mato Grosso do Sul) ainda nesta terça-feira (dia 6), sem horário divulgado.

A equipe da Comissão Interamericana, comandada por Margarette May Macaulay, chegou ao Brasil ontem com o objetivo de visitar oito estados brasileiros. A intenção é verificar temas relacionados aos direitos humanos e dados relacionados a casos objetos de investigações.

As áreas indígenas, especialmente as de Mato Grosso do Sul, são alvos de intensos conflitos ao longo do tempo. Vulnerável, a população indígena também enfrenta condições precárias de vida no Estado, que possui o segundo maior grupo de índios no Brasil.

Ontem, integrantes da comissão se reuniram com a procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Segundo a Procuradoria, foram discutidos mecanismos que podem viabilizar atuação conjunta no que diz respeito à proteção dos direitos humanos no continente americano.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
19/03/2019 - 11:36  Falta saneamento básico para 2 bilhões de pessoas no mundo, diz ONU
19/03/2019 - 10:33  Brasil e EUA assinam acordo que permite uso comercial de Alcântara
19/03/2019 - 10:11  Obra do Reviva pode ter aditivo milionário
18/03/2019 - 15:46  MS dobrará exportações de produtos por hidrovia
18/03/2019 - 15:44  PDV pode ser encaminhado amanhã para Assembleia
18/03/2019 - 12:31  Eder Aguiar, Presidente Vereador da Câmara Municipal, visita o Secretário da AGRAER.
18/03/2019 - 10:35  Mais de 80% dos turistas aprovam atrativos, gastronomia e segurança pública de MS
18/03/2019 - 10:32  Pedreiro persegue mulher, a derruba e a mata com machadinha
18/03/2019 - 10:13  Mulher, marido e filha morrem em acidente de trânsito na BR-060
18/03/2019 - 10:02  Em duas décadas, lagos do Amor e de parque podem desaparecer
16/03/2019 - 16:50  Ex-coordenador Funai e Ex-Ministro entrega veículo para CTL de Sidrolandia.
15/03/2019 - 11:39  Sexta-feira com risco de tempestade em quase todo o MS, diz Inmet
15/03/2019 - 11:10  Filho é estuprado no banheiro de escola e mãe ouve de direção que nada teria acontecido
15/03/2019 - 10:06  Santa é queimada pela 2ª vez e criador de capela acredita que seja pessoal
15/03/2019 - 09:39  Secretaria Municipal de Educação em parceria com o SENAR/MS e Sindicato Rural oferece aos ...
14/03/2019 - 16:08  Tribunal nega recurso de fazendeiros e mantém índios em área de conflito
14/03/2019 - 16:07  Ar-condicionado é o vilão pelo aumento da conta de luz, diz Aneel
14/03/2019 - 10:06  Veículo cai em corrégo e motorista escapa sem ferimentos
14/03/2019 - 09:27  Instituto Ranking em Dois Irmãos do Buriti: pesquisa administrativa e eleição 2020
13/03/2019 - 16:29  Prefeito confirma Herbert Assunção como secretário da Sedesc
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE