PUBLICIDADE
Política
Noticia de: 21 de Novembro de 2018 - 13:47
Com Mandetta, deputados esperam mais recursos para saúde em MS



 
 
Deputados Lídio Lopes (Patri), Márcio Fernandes (MDB) e Renato Câmara (MDB), durante sessão (Foto: Victor Chileno/ALMS)Deputados Lídio Lopes (Patri), Márcio Fernandes (MDB) e Renato Câmara (MDB), durante sessão (Foto: Victor Chileno/ALMS)

Os deputados estaduais acreditam que com Luiz Henrique Mandetta (DEM) no Ministério da Saúde, haverá mais recursos para Mato Grosso do Sul, neste setor. Eles disseram que os hospitais públicos e entidades beneficentes como a Santa Casa, precisam de uma “olhar diferenciado” em Brasília.

“É muito bom termos o ministro da Saúde, porque ao menos teremos um canal de conversa e alguém que podemos cobrar”, disse Cabo Almi (PT). Ele acredita que o atual deputado federal terá a missão de diminuir o “caos na saúde” que existe em todo Brasil.

Para Márcio Fernandes (MDB) além de enviar mais recursos (saúde) ao Estado, Mandetta sempre foi um “quadro competente e qualificado” na área da saúde. “Excelente nome que vai representar bem Mato Grosso do Sul”. Renato Câmara (MDB) cita que o futuro ministro conhece as “limitações” e prioridades locais, diferentes dos antecessores.

Já Paulo Siufi (MDB), que é primo de Mandetta, disse que o democrata tem experiência não apenas no poder público, como na iniciativa privada. “Ele foi presidente da Unimed, secretário municipal de Saúde e participou da intervenção na Santa Casa, está preparado para missão”. Também entende que terá um “olhar especial” a Mato Grosso do Sul.

Cenário político - Lídio Lopes (Patri) avaliou o cenário político, onde Mato Grosso do Sul já tem dois ministro na gestão de Jair Bolsonaro (PSL). “São bons quatros que colocam o Estado em destaque, mesmo não tendo representação a nível nacional, em relação a população e eleitores. Mostra que Bolsonaro está olhando para os quadros e não siglas partidárias”.

Mandetta foi anunciado ontem (21), durante reunião em Brasília, como ministro da Saúde no governo de Jair Bolsonaro (PSL). Além da boa relação com o presidente eleito, o deputado federal de Mato Grosso do Sul já tinha participado da elaboração do plano de governo do então candidato.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
13/02/2019 - 11:35  Câmara de Dois Irmãos do Buriti realiza 2ª sessão com posse de novo Vereador.
11/02/2019 - 10:17  Presidente da Câmara da boa vinda ao suplente Higor Caxias.
11/02/2019 - 07:30  Azambuja vai apoiar reeleição de Marcos Trad para prefeito
07/02/2019 - 09:26  Lídio Lopes é eleito presidente da Comissão de Justiça
06/02/2019 - 15:49  Lula é condenado em ação da Lava Jato sobre sítio de Atibaia
06/02/2019 - 15:08  Energisa terá que se explicar aos deputados na semana que vem
06/02/2019 - 12:56  Câmara de Dois Irmãos do Buriti realiza primeira sessão de 2019.
05/02/2019 - 11:17  Câmara de Vereadores de Dois Irmãos do Buriti volta aos trabalhos hoje.
04/02/2019 - 10:33  Câmara de Vereadores de Dois Irmãos do Buriti volta do recesso Legislativo amanhã.
04/02/2019 - 08:32  Comitiva política de Dois Irmãos participa da Posse de novos Deputados Estaduais.
31/01/2019 - 09:16  Como a escolha do presidente da Câmara pode influenciar o governo Bolsonaro
28/01/2019 - 14:29  Vereadores participam de reunião com representante da ENERGISA.
25/01/2019 - 10:00  Foragido da justiça rouba comércios e é morto em confronto com a PM
25/01/2019 - 09:43  Azambuja tenta elevar nota de MS para captar R$ 155 milhões
25/01/2019 - 09:25  Beto Richa é preso de novo em desdobramento da Lava Jato no Paraná
25/01/2019 - 09:10  Governador solicita estadualização de 145 quilômetros da BR-158
25/01/2019 - 09:10  Senadora eleita é chamada de tirana por derrubar presidente de partido
24/01/2019 - 10:41  Assomasul irá buscar recurso do ISS de cartão de crédito e royalties de petróleo
17/01/2019 - 14:45  Fux suspende investigação sobre movimentações de Queiroz
16/01/2019 - 10:40  Diretor da Sanesul vai para Detran e ex-secretário de Zauith assume estatal
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE