PUBLICIDADE
Economia
Noticia de: 03 de Dezembro de 2018 - 13:23
Estado amplia participação no FCO e terá mais R$ 100 mi em 2019



 
 

Os empreendedores sul-mato-grossenses podem ter cerca de R$ 100 milhões a mais do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) em 2019, com o aumento de um ponto porcentual na destinação dos recursos do fundo para o Estado. De 23%, o porcentual vai subir para 24%. No próximo ano, a meta é MS receber R$ 2,4 bilhões dos R$ 9,7 bilhões previstos.

Este incremento foi decidido pelo Comitê Técnico do Conselho Deliberativo do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Condel-Sudeco), que se reuniu em Brasília na semana passada. Isso será possível com a reformulação dos índices entre as unidades federativas, utilizando como base o saldo da carteira de financiamento de cada estado – Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Até este ano, o porcentual dos recursos do FCO destinado a MS foi de 23%; de GO, 29%; e MT, também 29%.

Estes índices vão subir porque o comitê remanejou 10% dos recursos do FCO que eram destinados ao Distrito Federal, que historicamente só usa 10% do previsto. De 19% do FCO anualmente, o DF ficará com 9% no próximo ano. Já o Estado terá 24%, Mato Grosso e Goiás, 33% cada um.

Para o superintendente estadual de Indústria, Comércio, Serviços e Turismo, Bruno Gouveia Bastos, “foi importante manter esta previsão”. Ele ressaltou que, “em setembro do próximo ano, pode haver remanejamento dos recursos entre os estados”, referindo-se à intenção do governo do Estado de aumentar o valor que Mato Grosso do Sul pode receber do fundo em 2019, uma vez que, “dos R$ 2,4 bilhões do FCO deste ano, já usamos 100%”.  

Representante da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), o vice-prefeito de Bataguassu, Akira Otsubo, participou da reunião e enfatizou que “aumentar os porcentuais para Mato Grosso do Sul é importante, porque os empreendedores têm a possibilidade de montar ou ampliar seus negócios, gerando mais empregos e riquezas”.

De acordo com Jaime Verruck, secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), “caso sejam aprovadas as mudanças na reunião de dezembro, os valores poderão ser maiores que em 2018”. O integrante do Executivo estadual refere-se à reunião do Condel/Sudeco, colegiado composto por ministros, governadores e prefeitos da Região Centro-Oeste, responsável por definir todo o cronograma e as linhas de investimentos que serão feitos pelo FCO.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
08/02/2019 - 08:26  Abates de bovinos crescem 3% e vendas rendem R$ 2 bilhões a MS
07/02/2019 - 09:36  Celulose segura balança e MS tem superavit de US$ 163 milhões
04/02/2019 - 09:36  A R$ 3,32, etanol no Estado está 19% mais caro do que média nacional
31/01/2019 - 08:29  Safra de cana terá avanço de 6% este ano no Estado
28/01/2019 - 09:04  Algodão deve render 10% a mais em MS
16/01/2019 - 08:30  Soja rende mais de R$ 12 bilhões para produtores do Estado
14/01/2019 - 15:09  Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
14/01/2019 - 08:25  Com “ameaça” de Guedes ao Sistema S, cooperativas defendem instituições
11/01/2019 - 11:06  O bilionário negócio do cigarro eletrônico toma conta
11/01/2019 - 08:16  Setor reage e exportações de carne bovina superam R$ 2 bilhões
10/01/2019 - 08:24  MS tem 12 cidades entre as 100 mais ricas do agronegócio
09/01/2019 - 14:23  Endividamento das famílias cai em dezembro, revela pesquisa
08/01/2019 - 08:47  Produção industrial sobe 0,1% em novembro ante outubro, aponta IBGE
08/01/2019 - 08:21  MS mantém crescimento econômico e pode superar índice de 2014
08/01/2019 - 08:11  MS exportou R$ 5,8 bilhões em 2018; soja e celulose se destacam
07/01/2019 - 09:24  Dólar recua e chega a operar abaixo de R$ 3,70
07/01/2019 - 09:07  Janeiro é mês de muitas despesas, saiba como economizar
04/01/2019 - 10:47  Petrobras reduz pelo 2º dia seguido preço da gasolina nas refinarias
04/01/2019 - 10:44  Lei Kandir pode render repasse de R$ 1,95 bilhão a estados e municípios
04/01/2019 - 08:50  Pedidos de falência nas empresas mais que dobram em 2018
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE