PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 08 de Janeiro de 2019 - 09:14
Mais Médicos: Profissionais brasileiros têm até quinta para se apresentar



 
 

Médicos formados no Brasil que se inscreveram no Programa Mais Médicos deverão se apresentar nos municípios onde irão atuar desta segunda-feira (7) até a próxima quinta (10). De acordo com o Ministério da Saúde, 1.707 profissionais com CRM já escolheram as localidades.

Após esta data, a pasta vai realizar um balanço das vagas remanescentes que serão novamente disponibilizadas a outros profissionais. A previsão é que a lista de médicos brasileiros homologados que deram início às atividades seja publicada no próximo dia 14.

No fim do mês, entre os dia 23 e 24 de janeiro, acontece outra chamada para o programa exclusiva para profissionais brasileiros formados no exterior. Em seguida, no dias 30 e 31 de janeiro, os médicos estrangeiros terão acesso ao sistema para optarem pelas localidades com vagas ainda em aberto.

Saída dos cubanos

Após o fim do contrato com Cuba, em novembro, o Ministério da Saúde lançou editais para a substituição de 8.517 cubanos que atuavam em 2.824 municípios e 34 distritos sanitários especiais indígenas (DSEI).

Inicialmente, concorreram apenas médicos brasileiros com registro no País. Segundo o Ministério, 29% dos postos não foram preenchidos após o término do primeiro prazo de apresentação, que ocorreu no dia 18 de dezembro.

De acordo com o novo ministro, o médico Luiz Henrique Mandetta, o programa deverá ser revisado. Para ele a afirmação de que faltam profissionais no Brasil é falsa.

Segundo ele, o país conta com aproximadamente 320 faculdades de medicina e 26 mil médicos graduados em 2018, com previsão de aumento desse contingente em 10% ao ano até chegar a 35 mil profissionais formados.

"Quem forma essa quantidade toda de profissionais? Muitos deles endividados pelo Fies [Fundo de Financiamento Estudantil] e muitos formados em escola pública. Não temos uma proposta ou política de indução para que eles venham para o sistema público de saúde", afirmou.

*Com informações da Agência Brasil.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
17/06/2019 - 11:40  Delegado de Aquidauana é transferido após sumiço de 100 kg de cocaína
17/06/2019 - 10:52  Inauguração da reforma da Quadra de Esporte da Escola Municipal Felícia Emiko Kawamura Sakitani
17/06/2019 - 10:26  Idoso morre ao cair de escada durante poda de árvore na Capital
17/06/2019 - 10:25  Petrobras venderá subsidiária em Três Lagoas até setebro
17/06/2019 - 10:09  Mais de 29 mil contribuintes em MS vão receber 1º lote do Imposto de Renda
17/06/2019 - 10:05  Uso de simulador para obtenção de CNH será facultativo
17/06/2019 - 10:00  Xuxa fala sobre pacto com diabo, traição de Pelé e rixa com Eliana
17/06/2019 - 10:00  Filhos são responsáveis pela maioria das 545 violações contra idosos em MS
14/06/2019 - 11:52  Governador viabiliza recursos para obras em aeroporto de Bonito
14/06/2019 - 11:49  Menino de Aquidauana fã da PM viaja escoltado para fazer transplante de rim
14/06/2019 - 11:48  Conselheiros pedem saída de diretor da Santa Casa
14/06/2019 - 11:47  Motorista morre no hospital 13 dias após ônibus cair em barranco
14/06/2019 - 11:44  Instrutor usava ônibus de autoescola para o tráfico na Capital
14/06/2019 - 11:41  Bombeiros registram 80 casos de queimadas por dia na Capital
14/06/2019 - 11:26  Futuro da BR-163 depende de parecer técnico do TCU
14/06/2019 - 11:23  Organização espera 20 mil em ato pela educação e contra a reforma
14/06/2019 - 11:11  Bancos abrem uma hora mais tarde e universiddesa públicas fecham em Greve Geral
14/06/2019 - 11:09  Trabalhadores rurais, bancários e sindicalistas protestam no Incra
14/06/2019 - 10:46  Inverno chega dia 21 com pouca chuva e temperatura abaixo dos 5ºC graus
14/06/2019 - 10:44  Com 13 milhões de desocupados, Brasil registra meis inusitados de busca por emprego
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE