PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 09 de Janeiro de 2019 - 10:41
Moro autoriza permanência da Força Nacional em Caarapó por mais 90 dias



 
 

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, autorizou nesta quarta-feira (9), por meio do Diário Oficial da União, a permanência da Força Nacional de Segurança em Caarapó por mais 90 dias.

De acordo com o decreto do ex-juiz, a permanência das tropas na cidade atenderá prioritariamente para reprimir conflitos agrários.

Ainda segundo o texto, a Força Nacional tem autorização para coibir o tráfico de drogas, armas e munições na faixa de fronteira com o Paraguai, desde que sejam "ações de caráter episódico e planejado."

Moro ainda diz que o contingente a ser enviado será definido nos próximos dias pelo próprio ministério. E que o prazo de atuação poderá ser estendido se solicitado, no caso ou pelo Governo do Estado ou pelo Poder Juidicário.

A decisão de Moro busca evitar um banho de sangue iniciado na região em junho de 2016, quando a então presidente Dilma Rousseff (PT) chancelou nova demarcação de terras indígenas para a etnia Guarani Kaiowá.

Na ocasião, a então gestão federal justificou sua decisão baseada em estudos de identificação e delimitação das terras, pedido pelos indígenas.

Com a sanção de Dilma, índios de uma aldeia local decidiram invadir uma fazenda e seis deles foram baleados. Um agente de saúde morreu após ser atingido por cinco disparos.

Depois do atendado, que ganhou as manchetes nacionais, oito fazendas nos arredores foram invadidas e permanecem, até hoje, ocupadas, amparadas pela decisão de 2016. A Força Nacional busca exatamente garantir que haja novas tentativas de confrontos armados, algo que se tornou rotineiro desde então. 

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
22/03/2019 - 12:19  Após fortes chuvas, Rio Aquidauana atinge quase 7 metros
22/03/2019 - 11:21  Raio mata 21 cabeças de gado no pasto em Aparecida do Taboado
22/03/2019 - 11:15  Em MS, políticos comentam prisão de Temer
22/03/2019 - 09:47  Protesto contra a reforma do Governo Bolsonaro
21/03/2019 - 12:21  Força-tarefa da Lava Jato prende Michel Temer
21/03/2019 - 11:18  Outono começa com período chuvoso e frente fria em Mato Grosso do Sul
21/03/2019 - 10:58  Ministra de MS cai nas graças de Trump durante negociações
20/03/2019 - 12:55  Operação identifica líderes de facção que tinham 12 policiais como alvo
20/03/2019 - 11:45   Enchente aumenta na fronteira e homem desaparece no Rio Paraguai
20/03/2019 - 11:28  Homem é preso por estuprar e engravidar menina de 11 anos
20/03/2019 - 11:18  A cada 60 minutos, uma criança ou adolescente morre por arma de fogo
20/03/2019 - 10:49  CUIDADO: Boneca Momo aparece em vídeos de slime para crianças com desafios de suicídio
20/03/2019 - 10:19  STJ mantém efeitos de liminar que revogou prisão de Puccinelli
19/03/2019 - 11:36  Falta saneamento básico para 2 bilhões de pessoas no mundo, diz ONU
19/03/2019 - 10:33  Brasil e EUA assinam acordo que permite uso comercial de Alcântara
19/03/2019 - 10:11  Obra do Reviva pode ter aditivo milionário
18/03/2019 - 15:46  MS dobrará exportações de produtos por hidrovia
18/03/2019 - 15:44  PDV pode ser encaminhado amanhã para Assembleia
18/03/2019 - 12:31  Eder Aguiar, Presidente Vereador da Câmara Municipal, visita o Secretário da AGRAER.
18/03/2019 - 10:35  Mais de 80% dos turistas aprovam atrativos, gastronomia e segurança pública de MS
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE