PUBLICIDADE
Policial
Noticia de: 20 de Março de 2019 - 10:44
Pai e madrasta, lutadores de MMA que mataram bebê de 1 ano vão a júri em MS



 
 

©ARQUIVO
Os lutadores de MMA, Joel Rodrigo Avalo dos Santos e sua mulher, Jéssica Leite Ribeiro, acusados de matarem o bebê de 1 ano, Rodrigo Moura Santos, vão a júri popular. O crime aconteceu em Dourados – a 225 quilômetros de Campo Grande.

O julgamento ainda não tem data marcada, mas foi determinado pela Justiça nesta terça-feira (19). A madrasta é acusada pelas agressões que levaram o bebê a morte, e o pai por omissão.

Ainda cabe recurso dos acusados da decisão de júri popular. A decisão foi tomada depois dos vários depoimentos. “(…) há indícios suficientes de que a ré Jéssica Leite Ribeiro pode ter agredido a vítima Rodrigo Moura Santos, mediante ação contundente, e “com tamanha foça, que fraturou as costelas da vítima e que, via de consequência, laceraram o fígado, causando grande hemorragia que foi a causa determinante de seu óbito”, o que resulta na possibilidade de lhe ser imputada a autoria do fato perante o Tribunal do Júri”. 

No caso de Rodrigo Avalo o juiz indicou a omissão, “Assim, mesmo diante da negativa do réu, há indícios suficientes de que em relação ao réu Joel Rodrigo pode ser imputada uma participação por omissão, já que, em tese, como genitor teria o dever de agir consistente na obrigação legal de cuidar, proteger ou vigiar o filho, em decorrência do poder familiar (…) Portanto, a questão atinente à participação do réu na produção do resultado morte do filho deverá ser submetida à apreciação do Tribunal do Júri, a fim de preservar a sua competência”. 

Relembre o caso

No dia 16 de agosto, o Samu (Serviço Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado para socorrer o bebê, mas quando chegou à casa a criança já estava morta. A madrasta do bebê disse que ele tinha passado mal e ela tentado fazer a ressuscitação. Mas, laudos médicos apontaram hematomas que não condiziam com o depoimento da mulher, que demorou cerca de 1 hora para acionar o socorro para o enteado.

O bebê sofreu várias fraturas nos arcos costais, o que resultou no dilaceramento do fígado, causando sua morte por choque hemorrágico. A criança ainda tinha hematomas antigos e ferimentos recentes no couro cabeludo.

Jéssica confessou o crime e disse na delegacia ter pisado na barriga do bebê, que chorava por causa de cólicas. Em depoimento, ela disse ter usado as mãos e os joelhos para apertar a barriga da criança, e teria se excedido na força.

Fonte: Midiamax
Por: Thatiana Melo

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
29/05/2019 - 11:37  Polícia Civil de Dois Irmãos do Buriti esclarece uma série de furtos ocorridos.
27/05/2019 - 08:52  Em carta, guarda preso com arsenal "suplica" transferência de cela
29/04/2019 - 10:18  Traficante fura bloqueio policial e morre em confronto com o DOF
23/04/2019 - 09:31  Após roubo, bandido morre em troca de tiros com PM
23/04/2019 - 09:28  PF cumpre 14 mandados em Campo Grande e SP
16/04/2019 - 10:25  Gaeco cumpre mandados em 4 cidades nesta manhã
16/04/2019 - 10:10  Homem perde mais de R$ 33 mil em golpe de estelionato
15/04/2019 - 11:07  PRF prende em flagrante quadrilha com 336 quilos de maconha em Jardim
10/04/2019 - 09:11  Filho de PM é executado a tiros de fuzil na porta de casa
09/04/2019 - 09:10  Reformas travadas dificultam capital internacional em MS, diz Reinaldo
04/04/2019 - 10:18  Polícia apreende armas e munições na casa de pastor
28/03/2019 - 11:00  Polícia deflagra operação contra pornografia infantil em MS
28/03/2019 - 10:12  Guarda municipal cochila na moto e morre em avenida
25/03/2019 - 09:20  Acusado de matar musicista vai a júri nesta semana
20/03/2019 - 10:27  Preso da Capital é apontado como liderança do PCC de Minas
19/03/2019 - 11:46  Homem achado morto com mãos amarradas é a 4ª vítima do dia na Capital
19/03/2019 - 11:10  Quatro são presos suspeitos de estupro coletivo em aldeia de Aquidauana
19/03/2019 - 09:30  Brasileira estuprada por policiais em prisão na Bolívia é transferida
15/03/2019 - 11:16  Marido bate em grávida porque mulher pediu para ele lavar louça
15/03/2019 - 11:09  Jovem saca revólver no meio da rua no centro de Campo Grande, assusta populares e acaba preso
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE