PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 17 de Abril de 2019 - 09:47
Peixaria é autuada por vender produto vencido há mais de um ano



 
 

 
 

Peixaria localizada na Rua Trindade, Vila Progresso, foi autuada por equipes de fiscalização da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon), ontem (16), após receberem denúncia de consumidores. Após vistorias no local foram constatadas várias irregularidades. O estabelecimento estava com Alvará de Funcionamento e Localização vencido dede novembro do ano passado.

Segundo informações repassadas pelo Procon, entre os problemas registrados produtos expostos à venda com prazo de validade vencida, um dos quais há mais de um ano, outros com embalagens violadas ou, ainda, sem especificação ou informação de procedência, validade e peso.

A causa da denúncia foi a inexistência de informações sobre o peso dos produtos na placa de divulgação afixada na fachada da peixaria. À partir daí, a fiscalização do Procon Estadual desenvolveu a diligência constatando as outras irregularidades.

 Entre os produtos com validade expirada foram encontradas oito quilos de postas de cação, vencidos no dia dois deste mês; uma embalagem de banda de pacu sem espinha, pesando 490 gramas, vencido no dia 21 de março de 2 018. Ambos os produtos foram embalados pela própria empresa.

Com embalagens violadas, estavam expostos a venda postas de pintado, tentáculos de polvo e carcaça de peixes. Já, expostas à venda sem informação ou com informação ilegível foram encontrados tentáculos de polvo, bandas de pacu, lulas além de outros produtos como gergelim branco e gergelim preto.

Ainda conforme o Procon, todos os produtos impróprios para o consumo foram descartados na presença da fiscalização e de funcionários da peixaria, tendo sido expedido auto de infração e dado prazo para defesa dos responsáveis pelo estabelecimento comercial.

*Com informações da assessoria

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
20/05/2019 - 12:44  Atraso salarial causa paralisação na saúde
20/05/2019 - 12:20  Azambuja defende ampliação de financiamento para aquisição de suínos
20/05/2019 - 12:18  Guarda municipal é preso com armamento avaliado em quase R$ 1 mi
20/05/2019 - 11:45  Inflação das carnes sobe 6,33% e pesa no bolso do consumidor
20/05/2019 - 11:44  Adolescentes são apreendidos por cultivar pé de maconha em quintal
20/05/2019 - 10:54  Semana começa com oito concursos abertos e salários de R$ 8,8 mil em MS
20/05/2019 - 09:53  Mulher é presa em Dois Irmãos do Buriti com maconha misturada com erva de tereré
20/05/2019 - 09:47  Motorista de aplicativo atende a falsa corrida e acaba roubado
20/05/2019 - 09:42  Policiais prendem motorista que ofereceu propina para não ser multado
20/05/2019 - 09:38  Irritado com choro de bebê, homem espanca esposa durante a madrugada
20/05/2019 - 09:36  Trânsito mata 53% menos em 2019 em Mato Grosso do Sul, diz Detran
20/05/2019 - 09:23  Travesti é encontrada morta com sinais de violência em frente a terminal
20/05/2019 - 09:20  Mega-Sena acumula e deverá pagar R$ 12 milhões no próximo sorteio
20/05/2019 - 09:11  Governo anunciará novos bloqueios no Orçamento na quarta
20/05/2019 - 09:07  Homem joga copo no rosto da namorada, dá socos, chutes e tenta enforcá-la em Aquidauana
20/05/2019 - 08:55  OMC começa a discutir regras internacionais para comércio eletrônico
20/05/2019 - 08:53  Troca de tiros termina com criminoso morto e policial ferido
20/05/2019 - 08:52  Garras e Choque apreendem arsenal em residência do Monte Líbano
17/05/2019 - 15:41  Edital do PSD - Partido Social Democrático
17/05/2019 - 12:23  Mulher que pediu ajuda em ônibus diz a polícia que não foi agredida
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE