PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 16 de Julho de 2019 - 09:30
Bandidos que invadiram agência da Caixa fugiram com mais de R$ 200 mil



 
 
Perícia da Polícia Federal chegando a agência nesta tarde (Foto: Henrique Kawaminami)Perícia da Polícia Federal chegando a agência nesta tarde (Foto: Henrique Kawaminami)

Os bandidos que invadiram uma agência da CEF (Caixa Econômica Federal) no Bairro Aero Rancho, na manhã desta segunda-feira (15), fugiram com mais de R$ 200 mil. A perícia na unidade é feita por equipes da Polícia Federal e já dura cerca de 2 horas.

Conforme apurado pela reportagem, os bandidos chegaram no momento em que a agência era aberta. Afirmando estarem armados, renderam duas funcionárias e conseguiram chegar na tesouraria. Informações iniciais são de que os bandidos levaram de R$ 200 a R$ 230 mil que estavam em um malote.

Segundo funcionários, dois homens entraram na unidade, mas a polícia não descarta a participação de outros assaltantes dando suporte aos comparsas do lado de fora do banco.

Equipes do Garras (Delegacia Especializada Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros) e da Polícia Federal estiveram no banco. A perícia na agência é feita desde às 13h15, por isso ainda há policiais federais na unidade. A coordenadora regional de pessoal da Caixa também está no local e acompanha o trabalho da polícia.

Por volta das 12h30, um cartaz foi afixado na entrada da agência, informando que está fechada para atendimento ao público por “problemas operacionais”. Os clientes só tiveram acesso aos caixas eletrônicos.

Em resposta curta, a assessoria da Caixa Econômica Federal em Mato Grosso do Sul informou apenas que "informações sobre eventos criminosos em suas unidades são repassadas exclusivamente às autoridades policiais, e ratifica que coopera integralmente com as investigações dos órgãos competentes”.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
21/08/2019 - 11:54  A 3 dias de competição, Rally dos Sertões muda visual na região central
21/08/2019 - 11:53  Mega-Sena pode pagar até R$ 31 mi nesta quarta
21/08/2019 - 11:42  Carretas batem de frente e deixam um morto na BR-163
21/08/2019 - 10:22  Homem é encontrado morto um dia após sair para caminhada
21/08/2019 - 10:19  Após ataques, polícia reforça a segurança no Jardim Carioca
21/08/2019 - 10:12  Governo perde metade da receita do ICMS do gás natural
21/08/2019 - 09:31  26° Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Dois Irmãos do Buriti
21/08/2019 - 09:29  Reinaldo Azambuja participa de reunião do Corredor Bioceânico e recebe homenagem da Câmara
21/08/2019 - 09:17  Brasileiros são suspeitos de planejar atentado contra presidente do Paraguai
21/08/2019 - 09:10  TJ aprova recuperação judicial e Bigolin deve pagar R$ 29,6 milhões em dívidas
21/08/2019 - 09:07  Operação que prendeu integrante do PCC aconteceu após ameaças a PRF
21/08/2019 - 09:06  Quase meia tonelada de pasta base que saiu do MS é apreendida no Sul
21/08/2019 - 09:04  BNDES bancou compra do jatinho “Cheio de Charme”
20/08/2019 - 12:04  Sequestrador de ônibus é morto por atirador de elite na Ponte Rio-Niterói; os 37 reféns passam bem
20/08/2019 - 11:41  Ministro vem a MS para reunião sobre Corredor Bioceânico na quinta-feir
20/08/2019 - 11:36  BNDES financiou R$ 24 milhões em jatos a empresas com atuação em MS
20/08/2019 - 11:33  Adélio diz que esfaqueou Bolsonaro "após ouvir voz de Deus"
20/08/2019 - 10:11  Para CCR, chance de perder ação para revisão de contrato é “remota”
20/08/2019 - 10:08  Partidos de esquerda e centro articulam união para barrar radicais
20/08/2019 - 10:04  Equipe "X Rally Team": De olho no tetracampeonato
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE