PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 21 de Agosto de 2019 - 09:10
TJ aprova recuperação judicial e Bigolin deve pagar R$ 29,6 milhões em dívidas



 
 

Os desembargadores da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) acataram nesta terça-feira (20), por unanimidade, recurso da defesa para oficializar plano de recuperação judicial do grupo Bigolin. A empresa enfrentava uma crise financeira há três anos.

Em março deste ano, a o juiz da Vara de Falências, Recuperações, Insolvências e Cartas Precatórias Cíveis, José Henrique Neiva de Carvalho e Silva, decretou a falência do grupo, mas o desembargador Vilson Bertelli suspendeu a decisão no mesmo mês, ordenando a reabertura das lojas.

Ao Portal Correio do Estado, o advogado da Bigolin, Lucas Mochi, explicou que a empresa tem 15 anos para pagar R$ 29,6 milhões, após abatimento do valor total de R$ 59,6 milhões.

HISTÓRICO

Com um montante de R$ 54,7 milhões em dívidas, a Bigolin ingressou com pedido de recuperação judicial em março de 2016. Segundo nota divulgada pela rede na época, o processo de recuperação tinha como objetivo de ajudar a superar “a crise econômico-financeira da empresa, para garantir a manutenção da sua capacidade produtiva, dos empregos e dos interesses dos credores, promovendo a sua preservação, a sua função social e o estímulo à atividade econômica”.

Em decorrência da divergência de valores de débito e da inclusão de novos credores após a apresentação do plano de recuperação, a dívida aumentou para R$ 59,2 milhões, mas no mesmo ano o grupo conseguiu baixar o valor do débito para R$ 54,7 milhões, após revisar os valores com parte dos 754 credores (entre bancos, fornecedores e ex-funcionários da rede). A Bigolin também tentou angariar recursos por meio do leilão de seu antigo centro de distribuição, situado no anel rodoviário de Campo Grande e então avaliado em R$ 15,5 milhões, mas o certame não teve interessados.

Em sentença proferida neste mês, o juiz da Vara de Falências, Recuperações, Insolvências e Cartas Precatórias Cíveis, José Henrique Neiva de Carvalho e Silva, também autorizou o administrador judicial Pradebon & Cury Advogados Associados a lacrar os estabelecimentos comerciais e arrecadar os bens das empresas falidas que formam o grupo.

Além da empresa Bigolin Materiais de Construção Ltda., também fazem parte da rede a Ângulo Materiais de Construção e Serviços Ltda., Casa Plena Materiais de Construção Ltda., D&D Comércio, Construção e Serviços Ltda. e Nara Rosa Empreendimentos Imobiliários Ltda.

A Bigolin nasceu no Rio Grande do Sul em 1955 e está em Mato Grosso do Sul desde 1982, contando com unidades espalhadas também por São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Até 2016, a rede mantinha seis lojas abertas no Estado, quatro delas na Capital. Duas delas, situadas no Shopping Norte Sul Plaza, em Campo Grande, e a outra em Ilha Solteira (SP), foram fechadas logo após a apresentação do pedido de recuperação judicial.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
15/09/2019 - 20:25  'Adeus, mãe': filho grava vídeo de despedida antes de pai jogar carro contra carreta
15/09/2019 - 17:53  Ladrões invadem fazenda, abatem vaca prenha e deixam bezerro morto
15/09/2019 - 17:25  VÍDEO: motorista sofre mal súbito e carreta pega fogo após tombar na BR-163
15/09/2019 - 11:42  Ladrões invadem fazenda, abatem vaca prenha e deixam bezerro morto
12/09/2019 - 10:06  Agentes penitenciários de MS integram tropa de elite do sistema prisional do país em retomada ...
12/09/2019 - 09:39  Governo Presente começa nesta quinta-feira; 14 prefeitos serão atendidos em dois dias
12/09/2019 - 09:27  Situação de emergência decretada pelo Estado abrange nove municípios atingidos pelas queimadas
12/09/2019 - 09:12  Por R$ 3,2 milhões, governo conclui compra de aeronave de SC
12/09/2019 - 09:11  Em MS, 100 homens atuam no combate ao fogo e logística é desafio
12/09/2019 - 08:58  Em apenas uma semana, notificações de sarampo cresceram 35% em MS
12/09/2019 - 08:53  Decreto de emergência por causa das queimadas abrange 9 cidades de MS
11/09/2019 - 11:15  Em MS, 1,4 milhão de trabalhadores poderão sacar FGTS
11/09/2019 - 09:55  Mulher entra na pista e morre atropelada por carreta na BR-158
11/09/2019 - 09:54  Citado em mensagens, Marun diz que vai representar contra procuradores
11/09/2019 - 09:38  Queimadas se intensificam e Ibama estima 1 milhão de hectares em cinzas em Aquidauana, ...
11/09/2019 - 09:38  Rose e Reinaldo sempre trabalharam juntos e com sintonia, diz Sérgio de Paula
11/09/2019 - 09:34  Incêndio em fazendas mobiliza bombeiros e interdita rodovia
11/09/2019 - 09:20  TRF3 rejeita denúncia contra Puccinelli por fraudes em licitações e em obras
09/09/2019 - 12:08  Cocaína furtada pode ter rendido meio milhão de reais
09/09/2019 - 11:57  Transito para na BR 262 em Terenos por causa de acidente com morte
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE