PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 06 de Dezembro de 2018 - 15:28
BNDES lança programa para atender startups



 
 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou hoje (6) a chamada para a participação de empreendedores no programa de desenvolvimento de 60 startups e o edital para selecionar o gestor do centro de inovação, que vai implementar a segunda fase do programa. A ideia é reunir em um mesmo espaço startups, médias e grandes empresas, investidores, universidades e centros de pesquisa. As iniciativas fazem parte do projeto BNDES Garagem.

Na cerimônia, o presidente do banco, Dyogo Oliveira, disse que a instituição está fazendo história com esse projeto. “Hoje para mim este é um dia histórico, que marca uma mudança na trajetória do BNDES para o desenvolvimento da economia brasileira”.

As startups interessadas em participar do projeto têm o prazo até 15 de fevereiro para a apresentação das propostas. Ao final desse prazo, haverá a escolha das que farão parte do programa. A seleção do gestor será no dia 12 de abril.

A primeira fase, com as statups, tem o custo de R$ 10 milhões. Dyogo Oliveira estimou que na segunda fase do projeto haverá mil postos de trabalho com a presença de 200 empresas. Para essa etapa o valor aumenta para R$ 20 milhões.

O presidente do BNDES destacou que os valores são pequenos em comparação a grandes projetos desenvolvidos pela instituição, como na participação em hidrelétricas, mas a importância é que as startups vão movimentar a economia. “São de naturezas diferentes. Quando se vai financiar uma hidrelétrica não tem como ser R$ 10 milhões. Custa alguns bilhões, é uma hidrelétrica, um negócio diferente. Mas dá para ser relevante e ter um impacto importante no país com programas mais baratos e que não são menos importantes. São programas que movimentam a economia, movimentam a camada de novos empreendedores, que são o futuro do país. Os caras que vão ser os empresários daqui a 10, 20, 30 anos sairão desses programas. Não só do BNDES, mas de outros que tenham. São esses caras que vão inventar os novos produtos e serviços”, disse.

Dyogo Oliveira disse que com o programa, o BNDES terá um novo viés de investimentos, acrescentando que o banco não será menos relevante por ter projetos de menor volume financeiro, porque esse é apenas uma das alternativas de incentivar o setor.

“Há uma sequência de instrumentos financeiros que são necessários para o desenvolvimento das empresas e que o banco pode ter uma participação muito relevante com volumes de recursos menores do que a gente teve historicamente”.

Renovação
No entendimento Dyogo Oliveira, o programa é uma renovação até da visão de desenvolvimento do banco, que, segundo ele, cresceu durante 60 anos com uma tese de que o desenvolvimento estava atrelado à industrialização. “O que a gente está vendo aqui é que não necessariamente vai ter indústria, mas vai ter serviço, vai ter intermediação financeira, vai ter Fintec, uma série de outras atividades que não necessariamente indústria. É o novo conceito de desenvolvimento. Esse programa tem a importância de marcar a mudança na concepção de desenvolvimento dentro do BNDES. Não é estritamente a industrialização. É o processo de desenvolvimento dos negócios que gera o desenvolvimento”, disse.

Dyogo Oliveira disse ainda que o projeto vai beneficiar a economia do Rio de Janeiro, que vem enfrentando uma crise financeira considerável, além das crises políticas e na área de segurança. “Iniciativas como esta, acredito, que podem contribuir para esse ambiente e gerar na cidade um dinamismo em negócios e a atração de talentos de outras regiões do país. Isso, no meu ver, cria um ambiente melhor de negócios e um ambiente de convivência e cidadania melhor”.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
12/12/2018 - 10:14  Aldeias de Dois Irmãos do Buriti recebem mudas de plantas nativas.
12/12/2018 - 10:14  Mais de 25 mil podem sacar os R$ 17,7 milhões disponíveis para o abono salarial
11/12/2018 - 13:53  Marília Mendonça surpreende fãs divulgando show surpresa no Centro de Campo Grande
11/12/2018 - 07:45  Regulamentar venda de horários também será um dos desafios de Bolsonaro
10/12/2018 - 15:48  Emissão de CNH esta suspensa em MS por manutenção do sistema
10/12/2018 - 15:46  Avião agricola cai e piloto de 41 anos morre
10/12/2018 - 15:46  Em MS, 4,9 mil pescadores receberão R$ 18,6 milhões de Seguro Defeso
10/12/2018 - 09:02  Reforma trouxe dinamismo às relações trabalhistas
08/12/2018 - 10:11  Centro de Educação Infantil Professora Sidnei Marques Rosa forma 43 alunos.
07/12/2018 - 10:28  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti recebe do governo do estado certificado de reconhecimento ...
07/12/2018 - 09:58  Formatura do Centro Infantil Anjos do Dia.
06/12/2018 - 15:28  Greve barra veículos e obriga travessia a pé na fronteira com a Bolívia
06/12/2018 - 14:53  Anatel tira celulares irregulares do ar em Mato Grosso do Sul
06/12/2018 - 14:20  No vale da pobreza, renda média do sul-mato-grossense é sonho distante
06/12/2018 - 10:35  Renda média do trabalhador é de R$ 2,3 mil em MS, 10º maior entre os estados
06/12/2018 - 07:50  Usina de energia solar é inaugurada no Instituto Federal de MS
06/12/2018 - 07:47  Leilão do pré-sal pode destinar R$ 1,2 bilhão a MS
04/12/2018 - 10:03  Detran pede prazo adicional de 60 dias para implantação de nova placa
04/12/2018 - 08:50  Exército busca apoio de bancada para viabilizar verbas ao Sisfron
03/12/2018 - 13:33  Correios começam a emitir carteira de trabalho em projeto piloto em SP
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE