PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 08 de Outubro de 2018 - 10:10
Conheça o Pantanal em preto e branco pintado por estudantes



 
 

Ontem, Luis Pedro Scalise encontrou-se com os alunos selecionados: Amanda Costa, João Pedro, Camila Finco, Danilo Nascimento e Steiner Neto - Foto: André Maganha / Divulgação

 
 

O colorido da paisagem dá lugar ao preto e branco de um Pantanal cada vez mais degradado. Por meio da arquitetura, Luis Pedro Scalise quer fazer crítica à devastação que a região vem sofrendo nos últimos anos. Junto de estudantes selecionados por ele em concurso, o assoreamento dos rios e as cores pantaneiras que estão se perdendo serão representados em um ambiente de 45 m². 

O projeto é para o foyer de entrada da mostra de arquitetura Casa Cor  MS, que nesta edição ocupa o Shopping Bosque dos Ipês e se inspira no tema “A Casa Viva”, em que o lar reflete o íntimo de seus moradores, colocando a casa como refúgio físico, mental e espiritual e reforçando a  reconexão com a natureza. 

O conceito propõe ambientes integrados e sustentáveis, que estimulem o convívio em vez do afastamento causado pela tecnologia, além de uma forte relação com a natureza, das pequenas plantas aos grandes jardins. 

Colorido nos trabalhos e até nas próprias roupas, a falta de cores é novidade e um desafio para Scalise. “Vamos fazer uma instalação para impactar mesmo, porque, quando se pensa no Pantanal, vem aquela invasão de cores, formas e texturas, mas que a gente vai representar em preto e branco”, conta Luis Pedro. 

O foyer de entrada é um espaço de convivência e dispersão das pessoas, logo que adentram no ambiente, e funciona como cartão de visitas de um imóvel. “Em uma casa, você tem o hall de entrada, o primeiro espaço para dali ir para outros. O foyer é a mesma coisa, mas no comercial. Ali você entra e tem a primeira impressão do que vai enxergar”, explica o arquiteto.

Como a mostra é aberta ao público, detalhes ainda não podem ser revelados, mas Scalise já adianta que vai trabalhar elementos plásticos naturais e artificiais representando o Pantanal do chão ao teto e com peças de design no mobiliário. 

O trabalho será uma instalação artística que vai mostrar ao público o que era, o que está sendo e o que se espera que volte a ser o Pantanal um dia.

“Será todo cenotécnico; plasticamente, vai ter água, mas não fisicamente. Instalação artística é aquela que você passa com os olhos a informação. Não é uma pedra, mas você acha que é uma rocha”, exemplifica. 

DECORA COMIGO

Para auxiliar na execução e dar oportunidade de contato com o mercado, o arquiteto lançou uma nova edição do programa Decora Comigo, projeto no qual seleciona estudantes de Arquitetura e Design de Campo Grande para participarem. 

A primeira vez que isso aconteceu foi na Olimpíada de 2016, quando Scalise, que fazia a programação visual dos jogos, escolheu 10 candidatos para a mostra “Volta ao Mundo em 10 Mesas”, que homenageava alguns dos países participantes. 

Agora, o programa volta a ser colocado em prática para ensinar estudantes sobre cenografia. “Eles vão me ajudar a montar; é quase como um workshop, em que eu vou montando e explicando o porquê de estar fazendo isso”, relata. 

Na prática, é explicar qual a função de cada espaço, objeto, cor e iluminação. “Claro que, se tiverem alguma ideia, vamos colocar no projeto, mas eles serão coprodutores”, afirma. A divulgação das vagas foi feita pelas redes sociais do arquiteto, que solicitou que os interessados lhe enviassem fotos do desenho feito à mão sobre a visão deles do Pantanal. O arquiteto conta ter recebido 730 trabalhos, selecionando cinco deles, dos estudantes: Amanda da Silva Costa, Camila Alves Finco, Danilo Prior do Nascimento, João Pedro Caldas Haiduck e Steiner Jardim Neto.

APRENDIZADO

Coprodutores

Oportunidade de aprender cenografia e o contato com o mercado. É assim que os estudantes selecionados para participar da mostra pelo arquiteto Luis Pedro Scalise enxergam o trabalho. 

Os acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo tiveram de mostrar primeiro sua visão de Pantanal, para agora visualizar a natureza degradada e transpassá-la para a arquitetura. “Meu desenho foi uma mistura de tudo o que o Pantanal engloba, principalmente o pôr do sol único, os peixes e as características da região, junto de uma índia kadiwéu”, conta a estudante do 9° semestre da Uniderp, Amanda Costa, 22 anos. Prestes a se formar, ela pretende absorver tudo o que puder. “Será uma experiência muito boa e vamos colaborar da forma que for necessária”, diz.

Apesar de ter usado cores na atividade de seleção, o estudante do 2º semestre, Steiner Neto, 24 anos, já enxerga como será a execução. 

“Quando a gente pensa no preto e branco, sempre acha que não mostra vida, mas nem sempre é assim. A própria natureza tem representação de animais em branco”, pontua. 
 

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
19/10/2018 - 11:42   Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti realizou a 6º Conferencia Municipal dos Direitos da ...
19/10/2018 - 10:42  Receita Federal vai premiar bons pagadores de impostos
17/10/2018 - 12:31  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti realiza operação tapa-buracos por toda cidade.
17/10/2018 - 12:10  Falha em sites do Governo de MS suspende atendimentos de serviços
17/10/2018 - 12:06  Sem receber há 50 dias, servidores públicos estão há nove dias em greve
17/10/2018 - 10:21  Alerta de tempestade e queda de granizo em 38 cidades de MS nesta quarta-feira
17/10/2018 - 10:17  Transporte gratuito a doentes crônicos pode deixar de valer
17/10/2018 - 10:16  Municípios usarão recursos da Cesp em infraestrutura
16/10/2018 - 09:45  Em dez anos, usuários de MS fizeram mais de 450 mil trocas de operadoras
16/10/2018 - 09:25  Bombeiros salvam vida, mas agora respondem a processo
16/10/2018 - 09:00  MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma
15/10/2018 - 17:33  Fazenda de traficante é 1ª na história transferida para governo paraguaio
15/10/2018 - 17:30  Estado diz que dinheiro só é suficiente para retomar Aquário sem licitação
09/10/2018 - 11:44  Uso de agrotóxicos coloca antas em risco na região do cerrado de Mato Grosso do Sul
09/10/2018 - 11:21   Enem para privados de liberdade é antecipado para 11 e 12 de dezembro
09/10/2018 - 11:19  Chuvas de outubro reduzem 77% dos incêndios em MS comparado a 2017
09/10/2018 - 11:18  Conselho Nacional de Justiça julga processo disciplinar contra a desembargadora Tânia
09/10/2018 - 09:51  Horas de chuva causam enchentes em seis cidades e deixam desalojados
08/10/2018 - 11:05  Governo chama candidatos da PM para prova de título e teste psicológico
08/10/2018 - 09:49  Imprensa internacional repercute vantagem de Bolsonaro
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE