PUBLICIDADE
Política
Noticia de: 01 de Dezembro de 2017 - 09:30
Dagoberto consegue convencer Shimidt a assumir presidência



 
 

Deputado federal Dagoberto Nogueira conseguiu convencer João Leite Shimidt a assumir a presidência do PDT. A eleição aconteceu na manhã desta sexta-feira (01) no Hotel Grand Park. Integrantes que se declararam recentemente, como é o caso do juiz aposentado Odilon de Oliveira e o ex-deputado federal Antônio Carlos Biffi também tiveram sua filiação ao partido oficializada.

“Convenci o Schimidt porque a campanha (em 2018) vai ser muito maior. Vamos ter candidato a governador. Sou candidato a reeleição e é preciso cuidar do meu mandato. Acho que não seria legal eu ser presidente, serei vice. Também não criaria ciúmes aos demais candidatos a deputado federal”, disse Dagoberto.

Ao ser indagado sobre a candidatura de seu, agora, colega de partido, Odilon de Oliveira, Dagoberto acredita que “ele (Odilon) sozinho já mataria o primeiro turno nas eleições do ano que vem. Impossível tirar ele do governo no ano que vem”, ratificou o parlamentar.  

Sobre as futuras parcerias e possíveis articulações políticas, o então presidente do PDT, João Leite Shimidt declarou que até março iniciará divulgação das alianças. “Não posso falar com quem estou falando, porque quem está no poder pode mudar a vontade de desaliançar. Faremos uma campanha de guerrilha urbana, porque se ficar fixo toma tiro”, disse Schmidt que também é coordenador da campanha de Odilon.

Além de se filiar, oficialmente ao PDT, Odilon foi também eleito presidente de honra do partido. “Isso me deixa mais animado a ir a luta pelo povo”, declarou o juiz aposentado. 

CASO TAKIMOTO

Dagoberto disse que o caso do deputado estadual George Takimoto (PDT) passará pelo conselho de ética para não cometer os erros do passado. O parlamentar poderá ser punido por ter votado contrário a orientação partidária ao votar a favor da Reforma da Previdência, na última terça-feira (26), na Assembleia Legislativa. 

“No segundo turno ele me disse que por questão de convencimento ele contrariou a decisão do partido. Foi uma avaliação dele. Agora, não é assim de expulsar. Essas coisas têm critérios, existe um processo legal por trás disso tudo”, finalizou Dagoberto.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
16/10/2018 - 09:57  Deputados reeleitos do MDB e 9 prefeitos apoiam Reinaldo Azambuja
16/10/2018 - 09:20  Bombeiros salvam vida, mas agora respondem a processo.
16/10/2018 - 09:07  Estado reafirma que não tem dinheiro para abrir licitação
16/10/2018 - 08:54  Bolsonaro tem 59% dos votos válidos e Haddad, 41%, aponta Ibope
16/10/2018 - 08:49  Governo Temer tem aprovação de 5% e reprovação de 74%, diz pesquisa Ibope
16/10/2018 - 08:27  Odilon Junior contradiz o pai sobre visita a André Puccinelli na cadeia
15/10/2018 - 17:29  Senadora eleita pelo PSL se diz neutra e não apoia ninguém para governo
15/10/2018 - 17:26  Odilon Jr. visitou Puccinelli na prisão antes de apoio do MDB ao pai
15/10/2018 - 17:23  Com perfis falsos na internet, esfaqueador de Bolsonaro fez menção ao PCC
15/10/2018 - 17:16  Coligação do PSDB terá maioria na Assembleia
09/10/2018 - 10:25  PSB, PSDB, Rede, DC e PPL devem anunciar hoje apoio no segundo turno
09/10/2018 - 09:58  Haddad e Bolsonaro descartam mudar Constituição
09/10/2018 - 09:56  Bolsonaro tem 55,06% dos votos em MS, contra 23,87% de Haddad
09/10/2018 - 09:52  Apoio maciço de prefeitos não garantiu a vitória de Azambuja no 1º turno
09/10/2018 - 09:46  Reinaldo pede a Jair Bolsonaro pacto pelo fechamento das fronteiras
08/10/2018 - 11:02  Confira a lista dos 24 deputados estaduais eleitos em 2018
08/10/2018 - 10:58  PSDB e PSL lideram bancada federal, que tem 50% de renovação
08/10/2018 - 10:06  Azambuja agradece "vitória da responsabilidade" e busca alianças
08/10/2018 - 09:55  Odilon comemora segundo turno e já começa a buscar apoio
08/10/2018 - 09:46  Azambuja vence em 66 cidades e Odilon é mais votado em 5
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE