PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 08 de Outubro de 2018 - 09:22
Desafios do próximo governo vão de logística a ICMS do gás



 
 

Para economista, Mato Grosso do Sul precisa aproveitar melhor o seu potencial para a agricultura - Foto: Valdenir Rezende / Arquivo / Correio do Estad

 
 

Criar linhas de desenvolvimento desatreladas da União, reduzir dependência dos entes federais, investir na logística, consolidar a integração com países da América do Sul, reduzir a dependência do ICMS do gás, agregar mais valor aos produtos primários do agronegócio, definir quais os setores mais competitivos da economia, rever a política tributária, gerar empregos e receita. Estes são apenas alguns dos desafios econômicos que devem ser enfrentados pelo novo governador do Estado, em um cenário de estagnação da economia depois de longo período de recessão. 

A opinião é do economista-chefe da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, Normann Kalmus, que também já prestou consultoria econômica em vários governos nos últimos anos.

“O maior problema do Estado na pauta econômica, na minha opinião, é a falta de planejamento. Nós precisamos encontrar formas de criar linhas de desenvolvimento que não dependam das vontades federais da União. Temos um país desestruturado em torno dos eixos econômicos já tradicionais. Enquanto não chegarmos a uma linha de desenvolvimento que considere isso e proponha alternativas, vamos continuar a reboque da política dos outros”, afirmou Normann Kalmus. De acordo com ele, o novo governante deve considerar com mais seriedade as vantagens comparativas do Estado. É o caso, por exemplo, da agropecuária.

“MS tem grandes áreas agricultáveis, clima favorável, e não estamos usando totalmente a potencialidade. O que produzimos fazemos bem. No entanto, deixamos de produzir outros produtos ou deixamos de lado a oportunidade de desenvolver melhor as cadeias”, enfatizou.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
19/10/2018 - 11:42   Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti realizou a 6º Conferencia Municipal dos Direitos da ...
19/10/2018 - 10:42  Receita Federal vai premiar bons pagadores de impostos
17/10/2018 - 12:31  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti realiza operação tapa-buracos por toda cidade.
17/10/2018 - 12:10  Falha em sites do Governo de MS suspende atendimentos de serviços
17/10/2018 - 12:06  Sem receber há 50 dias, servidores públicos estão há nove dias em greve
17/10/2018 - 10:21  Alerta de tempestade e queda de granizo em 38 cidades de MS nesta quarta-feira
17/10/2018 - 10:17  Transporte gratuito a doentes crônicos pode deixar de valer
17/10/2018 - 10:16  Municípios usarão recursos da Cesp em infraestrutura
16/10/2018 - 09:45  Em dez anos, usuários de MS fizeram mais de 450 mil trocas de operadoras
16/10/2018 - 09:25  Bombeiros salvam vida, mas agora respondem a processo
16/10/2018 - 09:00  MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma
15/10/2018 - 17:33  Fazenda de traficante é 1ª na história transferida para governo paraguaio
15/10/2018 - 17:30  Estado diz que dinheiro só é suficiente para retomar Aquário sem licitação
09/10/2018 - 11:44  Uso de agrotóxicos coloca antas em risco na região do cerrado de Mato Grosso do Sul
09/10/2018 - 11:21   Enem para privados de liberdade é antecipado para 11 e 12 de dezembro
09/10/2018 - 11:19  Chuvas de outubro reduzem 77% dos incêndios em MS comparado a 2017
09/10/2018 - 11:18  Conselho Nacional de Justiça julga processo disciplinar contra a desembargadora Tânia
09/10/2018 - 09:51  Horas de chuva causam enchentes em seis cidades e deixam desalojados
08/10/2018 - 11:05  Governo chama candidatos da PM para prova de título e teste psicológico
08/10/2018 - 10:10  Conheça o Pantanal em preto e branco pintado por estudantes
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE