PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 15 de Maio de 2019 - 11:52
Em protesto contra cortes para UFMS, manifestantes fecham pista de avenida



 
 

A paralisação faz parte de mobilização nacional (Foto: Marina Pacheco)

 
 

Desde às 8h desta quarta-feira (15), estudantes, professores e servidores da Educaçãoprotestam contra o bloqueio de verbas nas universidades e institutos federais do país, anunciado pelo MEC (Ministério da Educação) no último mês. A paralisação faz parte de mobilização nacional.

Com trio elétrico, bandeiras, cartazes e palavras de ordem contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e a reforma da previdência, manifestantes interditam parcialmente faixas da Avenida Costa e Silva, em frente a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Apenas uma faixa liberada, o trânsito no local é lento.

Durante a concentração em frente a universidade, os manifestantes fazem panfletagem para informar a população sobre a situação das universidades. De acordo com a organização do protesto, está previsto uma caminhada até o Terminal Morenão a partir das 10h30.

A paralisação começou com cerca de 400 pessoas, segundo a organização do protesto, e o número de manifestantes deve aumentar com a chegada de mais estudantes, professores e servidores e de caravanas do interior. A PM (Polícia Militar) está no local, mas ainda não divulgou o número de pessoas no protesto.

A acadêmica de fisioterapia, Pâmela Balta, de 21 anos, reforça que nem o frio impediu a participação no protesto. “É preciso lutar pela Educação já que o corte de verbas é sim uma balburdia. Falaram que iam investir na educação básica e no dia seguinte anunciaram corte de verba. Eu tenho extensão e quer lutar pelo direito de continuar desenvolvendo ele. Educação é um direito e não mercadoria”, destaca.

Conforme a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), representada pelo Sinted (Sindicato dos Trabalhadores em Educação), servidores e membros do sindicato de Três Lagoas,Dois Irmaos do Buriti , Corumbá, Coxim, Aquidauana, Ponta Porã, Nova Andradina, Naviraí e Sidrolândia também participarão do protesto.

O presidente da Fetems, Jaime Teixeira, que o objetivo da paralisação é impedir os cortes. “Em todo o Brasil hoje a sociedade esta na rua, trabalhadores, estudantes, pais de alunos, e o objetivo é um só: que é que o Congresso não permita os cortes e que preste atenção na reforma da previdência que vai acabar com o dinheiro a aposentadoria”, afirma.

Teixeira ainda adiantou que aposto a manifestação, os servidores da educação farão um segundo protesto na SED (Secretaria Estadual de Educação). “Saindo daqui vamos fazer um ato na secretaria de educação pedindo a incorporação imediata do abono e também questionar a respeito da operação Nota Zero, que investiga a reforma de escolas estaduais”, destaca.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
19/07/2019 - 10:36  Empresários vão à São Paulo divulgar rota turística de municípios pantaneiros
19/07/2019 - 10:20  Bebê cai de cama, demora a ser socorrido e morre em unidade de saúde
19/07/2019 - 10:19  Índice de confiança do empresário cresce pelo segundo mês consecutivo
19/07/2019 - 10:19  Homem é preso após tentar fugir de fiscalização policial
19/07/2019 - 10:18  Estudo aponta aumento de câncer em população de 20 a 49 anos
19/07/2019 - 10:10  Homem estuprava menina de 9 anos e a obrigava a enviar fotos íntimas
19/07/2019 - 10:08  Em carro pedido por aplicativo, mulher é presa com mala cheia de maconha
19/07/2019 - 09:55  Dupla passa 11 horas comendo e bebendo em conveniência e vai embora sem pagar a conta
19/07/2019 - 09:40  Acusado de estupro e pornografia infantil é preso em Naviraí
19/07/2019 - 09:39  Polícia prende quadrilha que roubou 7 farmácias na Capital
19/07/2019 - 09:38  Polícias estaduais apreendem cerca de uma tonelada de maconha por dia em MS
18/07/2019 - 15:14  Secretária e Primeira Dama faz entrega de 882 cobertores
18/07/2019 - 12:12  Feira Pet da Leroy Merlin é chance de você adotar um amigo no sábado
18/07/2019 - 12:11  Justiça manda agressor pagar R$ 15 mil por danos morais à ex-mulher
18/07/2019 - 12:10  Lei de proibição a canudos de plástico entra em vigor em 30 dias, sem multa
18/07/2019 - 12:00  Maior feira científica do País traz astronauta e homenageia Almir Sater
18/07/2019 - 11:56  Com minutos de diferença, 3 clínicas médicas são arrombadas na Capital
18/07/2019 - 11:54  Ex-guarda municipal pode estar associado a execução de filho de policial
18/07/2019 - 11:49  Senadores não têm consenso sobre indicação de Eduardo Bolsonaro
18/07/2019 - 11:38  Ex-guarda municipal pode estar associado a execução de filho de policial
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE