PUBLICIDADE
Economia
Noticia de: 11 de Julho de 2017 - 08:21
Mato Grosso do Sul sai na frente e começa guerra fiscal entre estados



 
 

Mato Grosso do Sul sai na frente e começa guerra fiscal entre estados

 
 

Editada há pouco mais de 10 dias com a meta de destravar os abates de gado bovino e dar alívio ao pecuarista sul-mato-grossense, sufocado pela crise da gigante JBS, a medida do governo do Estado que reduz temporariamente de 12% para 7% a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nas operações interestaduais de gado começa a movimentar o mercado. 

A busca por sobrevivência no acirrado mercado da carne já impactou também Estados vizinhos, trazendo de volta uma velha conhecida: a guerra fiscal. 

Em situação semelhante a de Mato Grosso do Sul (onde a JBS responde por 45% dos abates no Estado), o governo de Mato Grosso anunciou reduzir a alíquota de seu ICMS sobre o gado em pé dos atuais 7% para 4% neste mês, atendendo a pedido de produtores do Estado, que hoje têm 50% de sua capacidade de abate vinculada à JBS.

O projeto de lei ainda está em fase de elaboração no Estado vizinho. Já em Goiás, onde o grupo empresarial responde por 40% dos abates, tramita desde o fim de junho na Assembleia Legislativa projeto de lei do Executivo que permite reduzir o ICMS do boi de 12% para 7%. 

Em Minas Gerais, onde o ICMS está em 12%, as articulações geraram reação contrária: a Federação de Agricultura e Pecuária do Estado (Faemg) entregou ao governo mineiro no fim de junho um documento pedindo o estabelecimento de barreiras para evitar a entrada de gado em pé, com incentivos concedidos pelo ICMS sem autorização do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária), para ser abatido no Estado.

* Correio do Estado.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
22/01/2018 - 10:21  Estado muda regras para aumentar a arrecadação
22/01/2018 - 10:15  FGV prevê crescimento de 0,5 ponto no Índice de Confiança da Indústria
17/01/2018 - 12:00  Pré-custeio da safra 2018/19 deve chegar a R$ 12 bilhões
17/01/2018 - 11:00  Setor de mineração reage e movimenta R$ 1 bilhão em MS
15/01/2018 - 10:00  'Prévia' do PIB do Banco Central registra crescimento de 0,49% em novembro
15/01/2018 - 09:46  Setor de caminhões reage em 2017, mas fábricas operam com 25% da capacidade
15/01/2018 - 08:50  MS mira em estrangeiros para viabilizar fábrica de celulose
12/01/2018 - 10:00  MS renegociou R$ 3,6 bilhões em dívidas com União e BNDES
12/01/2018 - 09:26  Venda de materiais de construção aumenta 5% no Estado
11/01/2018 - 13:27  Sem correção, defasagem da tabela do IR sobe para 88,4%
10/01/2018 - 14:15  Se gasolina, gás e luz só sobem, como a inflação foi tão baixa?
09/01/2018 - 10:00  Indústria nacional quer aumentar rendimento do combustível
08/01/2018 - 11:00  Mercado reduz previsão do PIB e de inflação de 2018, divulga BC
08/01/2018 - 10:30  A técnica japonesa para economizar 800 reais por mês e não se privar de nada
08/01/2018 - 10:00  Receita abre consultas a lote residual do Imposto de Renda
05/01/2018 - 15:43  Exportações de carne retomam crescimento que chega a 14%
05/01/2018 - 13:00  Produção de veículos sobe 25,2% no Brasil em 2017, diz Anfavea
05/01/2018 - 12:00  Produção de veículos sobe 25,2% no Brasil em 2017, diz Anfavea
05/01/2018 - 10:01  Impulsionada pela soja, exportação de MS soma US$ 4,7 bilhões em 2017
05/01/2018 - 10:00  Fundo de equilíbrio fiscal atraiu 638 empresas no Estado
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE