PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 14 de Setembro de 2018 - 10:04
Obras não avançam, mas tarifa de pedágio aumenta R$ 0,10 hoje



 
 

ANTT autorizou aumento de 0,73% nas tarifas de pedágio - Foto: Álvaro Rezende / Correio do Estado

 
 

Mesmo sem cumprir as metas de duplicação da BR-163 previstas na concessão da rodovia, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou a CCR MSVia – Concessionária de Rodovia Sul-Mato-Grossense – a cobrar 0,73% mais nas tarifas de pedágio em quatro praças, a partir de hoje.

O porcentual representa aumento de R$ 0,10 para carros de passeio, chegando a R$ 0,60 para caminhões com seis eixos.  Em outras cinco praças, a tarifa foi mantida nos mesmos valores. No entanto, a diferença por causa do arredondamento feito – que congelou a tarifa em cinco praças – será cobrada em 2019.

O ajustamento seria maior, mas houve um desconto de 4,43% sobre o reajuste com base na inflação de 5,01% dos últimos 12 meses, por causa do descumprimento das obras de duplicação de 193,5 quilômetros da via e por deixar de realizar  72 obras na rodovia. Isso reduziu o aumento relacionado à inflação para 0,58%.

De acordo com a ANTT, por força de lei, a autarquia “realiza, anualmente, o reajuste e a revisão ordinária das tarifas de pedágio das rodovias federais concedidas. Essas alterações tarifárias são aplicadas no aniversário do início da cobrança de pedágio”.

A agência ressaltou que as alterações de tarifa são calculadas levando-se em consideração três itens. O primeiro refere-se ao reajuste que corrige monetariamente os valores da tarifa ao aplicar a variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é a inflação.

Também é feita a revisão tarifária, que tem objetivo de “recompor o equilíbrio econômico-financeiro celebrado no contrato de concessão, quando são feitas as compensações, na tarifa de pedágio, por descumprimentos ou postergação de cláusulas contratuais, caso existam”.

* Correio do Estado:

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
24/04/2019 - 12:28  Reforma da Previdência é aprovada na CCJ da Câmara
24/04/2019 - 12:03  MS criou 117 novas vagas de emprego por dia em 2019
24/04/2019 - 11:56  Maioria do STF decide reduzir pena do ex-presidente Lula
24/04/2019 - 11:42  Produção de etanol cresce 24,5% e coloca MS em 3º no ranking nacional
24/04/2019 - 11:40  PM de Aquidauana acha morteiro do Exército na casa de traficante e chama o Bope
24/04/2019 - 11:35  Polícia encontra ossada de foragido denunciado por estupro de vulnerável em Anastácio
24/04/2019 - 11:16   16º ACAMPAMENTO TERRA LIVRE NA MIRA
24/04/2019 - 10:33  A Câmara Municipal de Dois Irmãos do Buriti realiza a 10º sessão
23/04/2019 - 11:30  Durante operação, Polícia Militar Roviária autua 30 motoristas por infração de trânsito
23/04/2019 - 10:54  Brasil Após reunião com governo, caminhoneiros descartam paralisação
23/04/2019 - 10:17  “Mosquito sem dengue” deve ser a aposta dos campo-grandenses para próximo verão
23/04/2019 - 10:06  Disputa entre empresas atrasa compra de kit escolar
22/04/2019 - 12:52  Município de Dois Irmãos do Buriti recebe novos veículos
22/04/2019 - 11:16  Foragido da Justiça é preso ao invadir e destruir escola municipal
22/04/2019 - 09:25  Segunda etapa da campanha de vacinação começa nesta segunda
22/04/2019 - 09:19  Feriado sem mortes, mas 1,6 mil são autuados por excesso de velocidade
17/04/2019 - 11:13  Maníaco tenta beijar à força no terminal e acaba preso pela PM
17/04/2019 - 11:08  Mulher de 18 anos é presa carregando cocaína em pacote de fralda
17/04/2019 - 10:57  Sul-mato-grossense está mais solidário este ano, aponta pesquisa de Páscoa
17/04/2019 - 10:53  Ovos de Páscoa estão, em média, 40% mais caros do que em 2018
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE