PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 14 de Setembro de 2018 - 10:04
Obras não avançam, mas tarifa de pedágio aumenta R$ 0,10 hoje



 
 

ANTT autorizou aumento de 0,73% nas tarifas de pedágio - Foto: Álvaro Rezende / Correio do Estado

 
 

Mesmo sem cumprir as metas de duplicação da BR-163 previstas na concessão da rodovia, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou a CCR MSVia – Concessionária de Rodovia Sul-Mato-Grossense – a cobrar 0,73% mais nas tarifas de pedágio em quatro praças, a partir de hoje.

O porcentual representa aumento de R$ 0,10 para carros de passeio, chegando a R$ 0,60 para caminhões com seis eixos.  Em outras cinco praças, a tarifa foi mantida nos mesmos valores. No entanto, a diferença por causa do arredondamento feito – que congelou a tarifa em cinco praças – será cobrada em 2019.

O ajustamento seria maior, mas houve um desconto de 4,43% sobre o reajuste com base na inflação de 5,01% dos últimos 12 meses, por causa do descumprimento das obras de duplicação de 193,5 quilômetros da via e por deixar de realizar  72 obras na rodovia. Isso reduziu o aumento relacionado à inflação para 0,58%.

De acordo com a ANTT, por força de lei, a autarquia “realiza, anualmente, o reajuste e a revisão ordinária das tarifas de pedágio das rodovias federais concedidas. Essas alterações tarifárias são aplicadas no aniversário do início da cobrança de pedágio”.

A agência ressaltou que as alterações de tarifa são calculadas levando-se em consideração três itens. O primeiro refere-se ao reajuste que corrige monetariamente os valores da tarifa ao aplicar a variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é a inflação.

Também é feita a revisão tarifária, que tem objetivo de “recompor o equilíbrio econômico-financeiro celebrado no contrato de concessão, quando são feitas as compensações, na tarifa de pedágio, por descumprimentos ou postergação de cláusulas contratuais, caso existam”.

* Correio do Estado:

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
20/09/2018 - 09:20  Anac interdita 6 aeronaves irregulares alvos de fiscalização em MS
20/09/2018 - 09:15  Previsão de tempo chuvoso e alerta de tempestade em 32 cidades de MS
19/09/2018 - 10:47  Leilões para "limpar" pátios de delegacias arrecadaram R$ 7 milhões
19/09/2018 - 10:43  Governo divulga resultado da prova de digitação do concurso da Polícia Civil
18/09/2018 - 09:41  Primavera será de calorão e muita chuva em MS, prevê meteorologia
17/09/2018 - 14:29  Durante temporal mais de 4.320 raios atingiram Mato Grosso do Sul
14/09/2018 - 10:25  Governo convoca 251 aprovados para curso de formação da Agepen
13/09/2018 - 14:15  MS tem dois municípios entre os 20 maiores produtores de soja do país
13/09/2018 - 11:10  Estratégica para escoar produção, hidrovia retoma investimentos
13/09/2018 - 11:06  Pelo 4º dia seguido, MS tem cidade entre as mais quentes do Brasil
13/09/2018 - 10:25  Por maioria, STF não autoriza prática do ensino domiciliar
13/09/2018 - 10:09  Trabalhador nascido em setembro já pode sacar abono salarial 2017.
12/09/2018 - 14:29  Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 28 milhões
12/09/2018 - 14:20  Vício no celular desde pequeno põe até a alfabetização em risco
12/09/2018 - 09:52  Sistema prisional do Estado terá ampliação de mais 3,2 mil vagas
12/09/2018 - 09:44  Planos de saúde são cobrados por uso de leitos de UTI da rede pública.
12/09/2018 - 09:43  Reajuste da tabela do frete onera insumos agropecuários de MS
11/09/2018 - 10:21  No Brasil, fome se estabiliza e 22% da população é obesa, segundo FAO
11/09/2018 - 09:38  Sonegação do FGTS cresce; trabalhador deve ficar atento para não perder benefício
11/09/2018 - 09:23  Mais da metade dos brasileiros não tem diploma do ensino médio, aponta OCDE
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE