PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 08 de Novembro de 2018 - 08:33
Pecuaristas querem reduzir uso da água



 
 

A cena é corriqueira: você vai até o açougue, compra um quilo de carne bovina e segue sua vida. O que você não imagina é que, para garantir a produção destes bifinhos, foram usados 15,4 mil litros de água. O gasto pode parecer assustador, mas pesquisadores explicam que antes de se apavorar com o número e virar vegetariano, é possível entender melhor o que realmente significa este consumo. Ele considera todas as etapas da produção, desde o pasto até chegar nos açougues e supermercados, e também inclui a água proveniente de diversas fontes, desde chuvas até a captada por poços artesianos ou rios.

Agora, fica mais fácil também especificar de quais maneiras é possível reduzir esse volume e contribuir com um uso mais responsável e consciente do recurso. Entre as saídas estão melhorar a nutrição animal e até mesmo mensurar melhor o uso de água nas fazendas, por meio dos hidrômetros. Estes são alguns passos para melhorar a “pegada hídrica” e que já ganham adeptos entre os pecuaristas de Mato Grosso do Sul.

A necessidade de medir o consumo de água

Em 2010, um levantamento global feito por uma entidade internacional, a Water Footprint Network, revelou um número que até hoje causa espanto e preocupação à população, aos produtores rurais, às indústrias e demais interessados pelo tema: são utilizados, em média, 15,4 mil litros de água por cada quilograma de carne produzido no planeta.  O número já parece alarmante e, no Brasil, a problemática é um pouco mais complicada, já que a maioria das propriedades rurais não contam com hidrômetro - o aparelho com que se mede o consumo de água nos imóveis. “A gente acha que a água é importante, mas ainda não fazemos o básico, que é medir a quantidade utilizada”, questiona o pesquisador Julio Cesar Palhares, da Embrapa Pecuária Sudeste, que há anos se desdobra a estudar o uso de água na pecuária do País. 

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
19/07/2019 - 10:36  Empresários vão à São Paulo divulgar rota turística de municípios pantaneiros
19/07/2019 - 10:20  Bebê cai de cama, demora a ser socorrido e morre em unidade de saúde
19/07/2019 - 10:19  Índice de confiança do empresário cresce pelo segundo mês consecutivo
19/07/2019 - 10:19  Homem é preso após tentar fugir de fiscalização policial
19/07/2019 - 10:18  Estudo aponta aumento de câncer em população de 20 a 49 anos
19/07/2019 - 10:10  Homem estuprava menina de 9 anos e a obrigava a enviar fotos íntimas
19/07/2019 - 10:08  Em carro pedido por aplicativo, mulher é presa com mala cheia de maconha
19/07/2019 - 09:55  Dupla passa 11 horas comendo e bebendo em conveniência e vai embora sem pagar a conta
19/07/2019 - 09:40  Acusado de estupro e pornografia infantil é preso em Naviraí
19/07/2019 - 09:39  Polícia prende quadrilha que roubou 7 farmácias na Capital
19/07/2019 - 09:38  Polícias estaduais apreendem cerca de uma tonelada de maconha por dia em MS
18/07/2019 - 15:14  Secretária e Primeira Dama faz entrega de 882 cobertores
18/07/2019 - 12:12  Feira Pet da Leroy Merlin é chance de você adotar um amigo no sábado
18/07/2019 - 12:11  Justiça manda agressor pagar R$ 15 mil por danos morais à ex-mulher
18/07/2019 - 12:10  Lei de proibição a canudos de plástico entra em vigor em 30 dias, sem multa
18/07/2019 - 12:00  Maior feira científica do País traz astronauta e homenageia Almir Sater
18/07/2019 - 11:56  Com minutos de diferença, 3 clínicas médicas são arrombadas na Capital
18/07/2019 - 11:54  Ex-guarda municipal pode estar associado a execução de filho de policial
18/07/2019 - 11:49  Senadores não têm consenso sobre indicação de Eduardo Bolsonaro
18/07/2019 - 11:38  Ex-guarda municipal pode estar associado a execução de filho de policial
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE