PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 08 de Novembro de 2018 - 08:33
Pecuaristas querem reduzir uso da água



 
 

A cena é corriqueira: você vai até o açougue, compra um quilo de carne bovina e segue sua vida. O que você não imagina é que, para garantir a produção destes bifinhos, foram usados 15,4 mil litros de água. O gasto pode parecer assustador, mas pesquisadores explicam que antes de se apavorar com o número e virar vegetariano, é possível entender melhor o que realmente significa este consumo. Ele considera todas as etapas da produção, desde o pasto até chegar nos açougues e supermercados, e também inclui a água proveniente de diversas fontes, desde chuvas até a captada por poços artesianos ou rios.

Agora, fica mais fácil também especificar de quais maneiras é possível reduzir esse volume e contribuir com um uso mais responsável e consciente do recurso. Entre as saídas estão melhorar a nutrição animal e até mesmo mensurar melhor o uso de água nas fazendas, por meio dos hidrômetros. Estes são alguns passos para melhorar a “pegada hídrica” e que já ganham adeptos entre os pecuaristas de Mato Grosso do Sul.

A necessidade de medir o consumo de água

Em 2010, um levantamento global feito por uma entidade internacional, a Water Footprint Network, revelou um número que até hoje causa espanto e preocupação à população, aos produtores rurais, às indústrias e demais interessados pelo tema: são utilizados, em média, 15,4 mil litros de água por cada quilograma de carne produzido no planeta.  O número já parece alarmante e, no Brasil, a problemática é um pouco mais complicada, já que a maioria das propriedades rurais não contam com hidrômetro - o aparelho com que se mede o consumo de água nos imóveis. “A gente acha que a água é importante, mas ainda não fazemos o básico, que é medir a quantidade utilizada”, questiona o pesquisador Julio Cesar Palhares, da Embrapa Pecuária Sudeste, que há anos se desdobra a estudar o uso de água na pecuária do País. 

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
08/12/2018 - 10:11  Centro de Educação Infantil Professora Sidnei Marques Rosa forma 43 alunos.
07/12/2018 - 10:28  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti recebe do governo do estado certificado de reconhecimento ...
07/12/2018 - 09:58  Formatura do Centro Infantil Anjos do Dia.
06/12/2018 - 15:28  Greve barra veículos e obriga travessia a pé na fronteira com a Bolívia
06/12/2018 - 15:28  BNDES lança programa para atender startups
06/12/2018 - 14:53  Anatel tira celulares irregulares do ar em Mato Grosso do Sul
06/12/2018 - 14:20  No vale da pobreza, renda média do sul-mato-grossense é sonho distante
06/12/2018 - 10:35  Renda média do trabalhador é de R$ 2,3 mil em MS, 10º maior entre os estados
06/12/2018 - 07:50  Usina de energia solar é inaugurada no Instituto Federal de MS
06/12/2018 - 07:47  Leilão do pré-sal pode destinar R$ 1,2 bilhão a MS
04/12/2018 - 10:03  Detran pede prazo adicional de 60 dias para implantação de nova placa
04/12/2018 - 08:50  Exército busca apoio de bancada para viabilizar verbas ao Sisfron
03/12/2018 - 13:33  Correios começam a emitir carteira de trabalho em projeto piloto em SP
03/12/2018 - 13:28  Aids: o vírus do preconceito agride mais que a doença
30/11/2018 - 16:06  Marun diz que chuva é culpada por obras paradas no Estad
30/11/2018 - 09:05  De 115 inscritos para o Mais Médicos em MS, 11 se apresentaram ao trabalho
30/11/2018 - 09:03  MS tem ONG em noite de seis projetos premiados em SP
30/11/2018 - 08:56  Com pátio abarrotado, Detran abre leilão de 938 toneladas de sucata
29/11/2018 - 15:52  Reunião com municípios definirá ações de proteção ao rio da Prata, diz governador
29/11/2018 - 14:34  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti abre inscrições para o processo seletivo de professores ...
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE