PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 08 de Novembro de 2018 - 08:33
Pecuaristas querem reduzir uso da água



 
 

A cena é corriqueira: você vai até o açougue, compra um quilo de carne bovina e segue sua vida. O que você não imagina é que, para garantir a produção destes bifinhos, foram usados 15,4 mil litros de água. O gasto pode parecer assustador, mas pesquisadores explicam que antes de se apavorar com o número e virar vegetariano, é possível entender melhor o que realmente significa este consumo. Ele considera todas as etapas da produção, desde o pasto até chegar nos açougues e supermercados, e também inclui a água proveniente de diversas fontes, desde chuvas até a captada por poços artesianos ou rios.

Agora, fica mais fácil também especificar de quais maneiras é possível reduzir esse volume e contribuir com um uso mais responsável e consciente do recurso. Entre as saídas estão melhorar a nutrição animal e até mesmo mensurar melhor o uso de água nas fazendas, por meio dos hidrômetros. Estes são alguns passos para melhorar a “pegada hídrica” e que já ganham adeptos entre os pecuaristas de Mato Grosso do Sul.

A necessidade de medir o consumo de água

Em 2010, um levantamento global feito por uma entidade internacional, a Water Footprint Network, revelou um número que até hoje causa espanto e preocupação à população, aos produtores rurais, às indústrias e demais interessados pelo tema: são utilizados, em média, 15,4 mil litros de água por cada quilograma de carne produzido no planeta.  O número já parece alarmante e, no Brasil, a problemática é um pouco mais complicada, já que a maioria das propriedades rurais não contam com hidrômetro - o aparelho com que se mede o consumo de água nos imóveis. “A gente acha que a água é importante, mas ainda não fazemos o básico, que é medir a quantidade utilizada”, questiona o pesquisador Julio Cesar Palhares, da Embrapa Pecuária Sudeste, que há anos se desdobra a estudar o uso de água na pecuária do País. 

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
17/05/2019 - 15:41  Edital do PSD - Partido Social Democrático
17/05/2019 - 12:23  Mulher que pediu ajuda em ônibus diz a polícia que não foi agredida
17/05/2019 - 12:03  Vereadores da Câmara Municipal se reúnem com os comerciantes de Dois Irmãos do Buriti
16/05/2019 - 17:22  Bandidos sequestram homem, pedem R$ 450 mil e Choque resgata vítima
16/05/2019 - 17:21  Índice de desemprego volta a aumentar e alcança 9,5%
16/05/2019 - 16:21  Com recurso da prefeitura, polêmica sobre Guarda Municipal volta ao TJ
16/05/2019 - 16:17  Polícia vai tentar remontar avião para descobrir motivo de queda
16/05/2019 - 15:58  Suspeito de matar motorista de aplicativo a tiros é preso
16/05/2019 - 11:45  Câmara Municipal de Dois Irmãos do Buriti e Sanesul realiza audiência pública
16/05/2019 - 11:32  Cortes nas Forças Armadas e nas Universidades
16/05/2019 - 11:16  Vestibular de Inverno Uniderp e bolsas de até 100%* neste sábado
16/05/2019 - 10:58  Médico morto em acidente aéreo não tinha habilitação para voar por instrumentos
16/05/2019 - 10:53  Para ajudar menino com microcefalia, mãe usa horas vagas para fazer Hulk, Batman e bonecas de ...
16/05/2019 - 10:51  Fim de dois centros de triagem em Minas pode estimular o tráfico de animais
16/05/2019 - 10:27  Senac Aquidauana oferece cursos nas áreas da beleza, comunicação e gastronomia
16/05/2019 - 09:58  Luzes no céu de Aquidauana eram de exercício militar da Força Aérea Brasileira
16/05/2019 - 09:54  Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 7 milhões neste sábado
16/05/2019 - 09:40  Com largada em Campo Grande, roteiro do Sertões explora norte de MS
15/05/2019 - 12:15  Manifestação contra reforma e cortes na educação reúne duas mil pessoas
15/05/2019 - 12:14  Impacto de queda foi tão forte que avião “cavou buraco” de 1 metro
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE