PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 16 de Abril de 2018 - 08:52
Sociedades médicas divulgam orientações sobre vacinação contra a febre amarela



 
 

Sociedades médicas atualizaram a lista de quem pode ou não ser vacinado - Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil/Arquivo

 
 

Quatro entidades médicas divulgaram uma nota técnica para esclarecer alguns pontos sobre a vacinação contra a febre amarela. O objetivo é dar segurança aos médicos e outros profissionais da saúde envolvidos na orientação da população brasileira para aumentar a adesão à vacinação contra a febre amarela.

Os documentos são assinados pela Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT), Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) e Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). A nota técnica inclui um protocolo inédito para orientar os profissionais que atuam na triagem sobre quem pode ou não ser vacinado.

O guia contém perguntas sobre o uso de medicamentos, presença de determinadas enfermidades e histórico de alergia grave ao ovo ou a algum dos componentes da vacina. Entre os grupos que não devem ser vacinados estão crianças menores de 6 meses de idade, pacientes com reação de hipersensibilidade grave a algum componente da vacina, pacientes em uso de medicamentos biológicos em geral, pacientes em uso de medicamentos imunossupressores e pessoas com história de doença do timo.

Já para os chamados grupos de precaução, a recomendação da vacina de febre amarela precisa ser analisada previamente pelo médico ou profissional da saúde. “Isto acontece naquelas situações em que a contraindicação não deve ser generalizada para todos, mas merece cuidado na avaliação dos riscos (possibilidade de se infectar versus possibilidade de evento adverso grave e os benefícios para seu paciente quando o risco de se infectar é maior que o risco de evento adverso grave)”, informa o documento.

São considerados grupos de precaução: pessoa com doenças imunossupressoras ou em tratamento com medicamentos imunossupressores, gestantes, pessoas maiores de 60 anos de idade, mulheres amamentando lactentes com menos de 6 meses de idade, pessoas que vivem com HIV/Aids e pessoas com doenças autoimunes, como lúpus, doença de Addison e artrite reumatoide.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil confirmou 1.127 casos e 331 óbitos entre 1º julho de 2017 a 10 de abril deste ano. Os estados do Rio de Janeiro, Bahia e São Paulo estão com a cobertura abaixo da meta, que é de 95%, e 10 milhões de pessoas ainda precisam se vacinar contra febre amarela.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
25/04/2018 - 20:00  Protesto da MST fecha cruzamento da Mato Grosso no horário de pico
25/04/2018 - 10:03  Encceja já tem mais de 1 milhão de inscritos
25/04/2018 - 10:00  Exército inicia operação para fiscalizar comércio de explosivos em MS
25/04/2018 - 09:38  Milho pode ter perdas de 200 mil toneladas com seca em Mato Grosso do Sul
25/04/2018 - 09:37  Concurso da PF terá 150 vagas para o cargo de delegado
24/04/2018 - 12:00  Sanesul quer usar Rio Formoso para o abastecimento de água em Bonito0
24/04/2018 - 11:18  Correios Celular chega a Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira
24/04/2018 - 10:00  Para 2018, UFMS pode ter R$ 70 milhões a menos no orçamento
24/04/2018 - 09:18  Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje
23/04/2018 - 10:49  Dois Irmãos do Buriti adere Agrinho 2018.
23/04/2018 - 09:46  Prefeito e comitiva parlamentar participam das comemorações do Dia do Índio.
18/04/2018 - 11:21  Nelson Trad Filho faz palestra sobre o prevenção do câncer de próstata em Dois Irmãos do Buriti.
18/04/2018 - 10:00  Mato Grosso do Sul deve ganhar novo terminal portuário
18/04/2018 - 09:57  Prefeitura divulga resultado de Qualificação Profissional FIC-IFMS.
18/04/2018 - 09:44  A pedido do governo, Justiça libera devastação no Pantanal
17/04/2018 - 15:37  Prefeito Edilsom acompanha engenheiros em retomada de obra.
17/04/2018 - 12:25  Empresas que ocupam mão de obra prisional em MS conquistam certificação nacional
17/04/2018 - 09:20  Cidades de MS terão R$ 13,9 milhões de compensação por usinas
17/04/2018 - 09:18  Rios da Bacia do Alto Paraguai estão assoreando no Pantanal
16/04/2018 - 15:20  Na mesma sala, pai, mãe e filho voltam a estudar para transformar a vida juntos
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE