PUBLICIDADE
Política
Noticia de: 13 de Setembro de 2018 - 14:21
Zé Teixeira poderá ser afastado, suspenso ou responder por decoro parlamentar



 
 

Futuro do 1ª secretário e deputado da Assembleia Legislativa, Zé Teixeira (DEM), está nas mãos da Corregedoria do Legislativo. De acordo com o presidente da Casa de Leis, Júnior Mochi (MDB), o deputado Maurício Picarelli (PSDB), corregedor da Assembleia, pediu documentação à Polícia Federal para analisar qual procedimento deverá tomar. O deputado poderá ser afastado, suspenso ou responder por decoro parlamentar. “Mas ainda não temos o teor do processo, não se pode dar juízo de valor desse fato, não temos conhecimento ainda”, disse Mochi. 

Segundo o presidente da Casa de Leis, com a prisão de Teixeira, o segundo secretário, deputado Amarildo Cruz (PT), assume automaticamente a cadeira da primeira secretaria, uma das mais importantes do Legislativo, já que a pasta é responsável pelas finanças da Casa de Leis.

Teixeira foi preso na manhã de ontem (12) durante Operação Vostock da Polícia Federal (PF), a casa dele em Dourados, a 230 quilômetros de Campo Grande, foi alvo de cumprimento de mandado de busca e apreensão. “Os fatos foram encaminhados para a Corregedoria e as questões não tem nada a ver com a Assembleia Legislativa e nem com a 1ª Secretaria”, justificou Mochi. 

O parlamentar, que é candidato à reeleição, teve prisão provisória decretada e ficará cinco dias recluso. O prazo termina na próxima segunda-feira (17). "Por enquanto a prisão é temporária, mas ela pode se tornar preventiva, vamos saber só na segunda mesmo", declarou Picarelli.

A prisão é resultado de investigação que mira esquema de pagamento de propina envolvendo autoridades do Executivo, Legislativo e Tribunal de Contas do Estado (TCE-MS). As investigações foram iniciadas no início deste ano, tendo por base os termos de colaboração premiada de executivos de uma grande empresa do ramo frigorifico. Os colaboradores detalharam os procedimentos adotados junto ao governo do Estado para a obtenção de benefícios fiscais - TARE’s. O inquérito foi autorizado e tramita perante o Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, que decretou as medidas em cumprimento. 

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
13/11/2018 - 10:42  Bolsonaro admite conversa com Mandetta para Ministério da Saúde
13/11/2018 - 10:41  Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa
12/11/2018 - 09:28  Temer cancela vinda a MS e ministro autoriza reforma de escola estadual
12/11/2018 - 08:53  Temer vem à Capital para autorizar reforma em escola, confirma governo
09/11/2018 - 16:34  Mandetta irá para o Ministério da Saúde do governo Bolsonaro
09/11/2018 - 16:29  Bolsonaro nega proposta de criação de alíquota de 22% à Previdência
09/11/2018 - 16:25  Tereza Cristina diz que Bolsonaro não vai admitir invasões
09/11/2018 - 15:13  Dois Irmãos do Buriti completa 31 anos com show e inauguração de frigorífico.
08/11/2018 - 16:04  Tereza Cristina diz que produtores querem ministério mais moderno
08/11/2018 - 08:33  Futura ministra da Agricultura diz que fusão com Meio Ambiente trará ônus
07/11/2018 - 10:34  Câmara aprova Projeto de Lei que prevê emendas individuais aos Vereadores.
06/11/2018 - 14:54  Cotados para secretários, deputados preferem ficar na Assembleia
06/11/2018 - 10:36  Estou muito feliz, diz Bolsonaro ao voltar ao Congresso
05/11/2018 - 14:32  Bolsonaro e governo italiano estão de acordo sobre extraditar Battisti, diz embaixador
05/11/2018 - 14:31  Azambuja diz que vai mudar equipe e corrigir erros
05/11/2018 - 14:31  Lula entra no STF com pedido de liberdade após Moro aceitar ministério
31/10/2018 - 10:00  Câmara de Dois Irmãos do Buriti aprova emenda no orçamento.
31/10/2018 - 09:59  Deputado apresenta projeto para proibir pesquisas eleitorais
30/10/2018 - 10:40  Vereador Cidinho busca informação sobre regularização do Assentamento Marcos Freire.
30/10/2018 - 10:36  Principais promessas de Bolsonaro dependem de aprovação no Congresso; saiba quais são
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE